Notícias
mundo animal

Corvos reconhecem o rosto de quem os ameaça

Kátia Árima - National Geographic Brasil - 30/06/2011

Uma pesquisa da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, revelou que os corvos são capazes de reconhecer um rosto de uma pessoa que represente perigo a eles, além de alertar outros do bando da ameaça.

Os cientistas realizaram experimentos com corvos-americanos (Corvus brachyrhynchos). Na primeira situação, usaram máscara de um homem das cavernas para aprisionar, vendar e libertar os pássaros. Depois, eles os pesquisadores se dividiram em dois grupos, um lado ficou com uma máscara do homem das cavernas e outro grupo com uma máscara neutra. Os corvos reagiram em massa, gralhando ao perceber a presença dos cientistas que vestiam a máscara do homem das cavernas.

Os pesquisadores notaram que, com o passar do tempo, o número de aves que reagia à máscara do homem das cavernas aumentou. Duas semanas após o início da experiência, 26% dos corvos reagiam às pessoas que vestiam a máscara ameaçadora. Após mais de dois anos, 66% das aves reagiram. Cinco anos depois, bastava o cientista sair do prédio com a máscara do homem das cavernas para que um bando de corvos começassem a persegui-lo e ameaçá-lo.

Mesmo os corvos mais jovens, que não haviam nascido quando a experiência de aprisionamento havia começado, aprenderam a ameaçar as pessoas que vestiam a máscara do homem das cavernas, copiando seus pais. John Marzluff, que coordenou o estudo, explica que os corvos aprendem de duas formas: pela própria experiência e observando os outros do bando.

O estudo foi publicado no periódico científico Proceedings of the Royal Society.

comments powered by Disqus