Notícias
esporte

Na Copa do Mundo, Brasil vai reforçar ações sustentáveis

Alana Gandra - Edição: João Carlos Rodrigues - Agência Brasil - 24/08/2011

A decisão do governo federal de trabalhar com uma agenda voltada à sustentabilidade para a Copa do Mundo de 2014, contemplando, por exemplo, um programa de produtos orgânicos, é uma inovação. "É a primeira Copa que trabalhará isso", disse o coordenador da Câmara Temática Nacional de Meio Ambiente e Sustentabilidade da Copa 2014, do Ministério do Esporte, Cláudio Langone. 

Ontem (23), ele participou do seminário Green Rio-Oportunidades e Desafios da Copa 2014, promovido pelo portal Planeta Orgânico na sede do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado do Rio de Janeiro (Sebrae/RJ).

Segundo Langone, o ciclo de eventos internacionais programados para o Brasil, que se iniciaram este ano com os Jogos Mundiais Militares, no Rio, deve ser aproveitado para a criação de uma agenda positiva.

Ele acredita que esses eventos vão representar, por exemplo, uma oportunidade para o Brasil promover a agricultura orgânica. Além da Copa de 2014 e das Olimpíadas de 2016, o Brasil vai sediar em 2012, no Rio de Janeiro, a Conferência Rio+20 da Organização das Nações Unidas (ONU), cujo tema central será a economia verde.

 

comments powered by Disqus