Notícias
Divulgação/Hrama
city in the sky

Construção futurista tem formato de flor de lótus

Vanessa Daraya - INFO Online - 12/06/2012

Um grupo de arquitetos do escritório Hrama desenvolveu o projeto Megatropolis e idealizou a City in the Sky. O objetivo dessa cidade no céu é criar um oásis em meio às grandes cidades do mundo, um lugar tranquilo, bem acima das cidades movimentadas e poluídas.

Ainda não se sabe quais medidas serão necessárias para tornar o projeto em realidade. Porém, o escritório fez uma simulação de como as construções ficariam em algumas cidades, como Nova York.

Para isso, os arquitetos se inspiraram na flor de lótus. Ela é conhecida por sua capacidade de crescer acima das águas. Mesmo que haja sujeira ao redor da flor, ela consegue permanecer acima das impurezas. Isso acontece devido à habilidade da flor de lótus de autolimpeza.

Assim, a ideia foi concebida para que toda a simbologia da flor também faça parte da construção. Portanto, a City in the Sky deve ter a capacidade de criar refúgios acima da poluição, do barulho e de todos os outros males das grandes metrópoles. 

Para alcançar esse objetivo, seriam construídas torres enormes, capazes de abrigar lagoas, gramados, bosques e grandes abrigos feitos em vidro e aço acima de grandes cidades.

Assim, os arquitetos acreditam saciar o desejo das pessoas de se conectar com a natureza. Seria uma espécie de jardim no céu, algo fascinante para se ver, imaginar e experimentar.

A construção daria uma nova vida à tradicional arquitetura na capital inglesa. As torres que ultrapassam as nuvens dão a sensação de chegar ainda mais perto do céu. A iluminação durante a noite também seria a responsável por deixar a cidade mais colorida.

Porém, não foram divulgadas quais seriam as medidas sustentáveis da proposta e como seria possível viabilizar o projeto. Portanto, não há previsão para a construção das torres.

Além disso, a Hrama não divulgou se os prédios funcionariam como residência ou se o local seria apenas como área de lazer.

comments powered by Disqus