Notícias
parceria sustentável

PA: prefeituras se unem rumo à economia verde

Débora Spitzcovsky - Planeta Sustentável - 07/07/2011

Os governos dos municípios paraenses de Altamira, Anapu, Brasil Novo e José Porfírio se uniram às entidades Ipam - Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia e FVPP - Fundação Viver, Produzir e Preservar para criar o Consórcio Intermunicipal para o Desenvolvimento Sustentável da Transamazônica e Xingu, que visa instituir na região as bases de uma economia de baixo carbono

Segundo vídeo (abaixo) divulgado nesta quarta-feira, 6 de julho, pelo Ipam, a iniciativa - que começou em maio do ano passado - já tem apresentado resultados positivos, como o interesse de outros municípios em participar da aliança e o envolvimento de empresários e lideranças comunitárias no Consórcio, que no primeiro momento está focado em reduzir a ocorrência de práticas de desmatamento e queimadas nos quatro municípios, que integram a região da Rodovia Transamazônica e do Rio Xingu. 

Isso porque, segundo dados do próprio Ipam, em 2009 as quatro cidades desmataram, juntas, cerca de 1 milhão de hectares de Floresta Amazônica e a estimativa é de que esse número aumente para 4,5 milhões de hectares até 2030, caso nenhuma medida seja tomada pelas autoridades locais. 

Com o Consórcio, os signatários pretendem unir forças para combater o desmatamento e, assim, conquistar uma série de benefícios para a região. Entre eles:
- redução da pressão sobre a floresta;
- conservação dos recursos naturais;
- garantia de segurança alimentar para a população;
- valoração dos serviços ambientais;
- fortalecimento das cadeias produtivas locais e
- intensificação da produtividade nas áreas já desmatadas, a partir de novas tecnologias.

Assista, abaixo, ao vídeo Consórcio Intermunicipal para o Desenvolvimento Sustentável da Transamazônica e Xingu, na íntegra, que pretende servir de exemplo para outras regiões da Amazônia que sofrem com o problema do desmatamento.

comments powered by Disqus