Notícias
economia solidária

Conexão Solidária inaugura novo espaço em SP

Redação - Planeta Sustentável - 20/09/2011

Com o objetivo de estreitar o relacionamento entre os empreendimentos solidários de todo o Brasil e empresários de diferentes setores da economia, a Conexão Solidária* inaugura, hoje, seu showroom no bairro do Belenzinho, em São Paulo.

O novo espaço disponibilizará mais de 500 produtos como peças de artesanato, confecções, biojoias, artigos de cama, mesa e banho, utilidades domésticas, presentes, alimentos e bebidas, além de equipamentos industriais, destinado às iniciativas que enxergam a economia solidária como um diferencial competitivo em suas estratégias de negócio.

Todos os artigos expostos no local são provenientes de cooperativas e comunidades de todo o País, cuja produção é estimulada por programas de geração de renda e desenvolvimento sustentável. No showroom, os empresários que quiserem terão a oportunidade de fazer contato direto com os produtores, a fim de discutir possíveis propostas de parceria.

Além do espaço na capital paulista, a organização vai disponibilizar seus produtos para comercialização on-line por meio do site. Lá, interessados de qualquer região do Brasil poderão adquirir artigos no varejo ou no atacado.

Ainda dentro da programação, está o lançamento de uma publicação da pesquisa de mercado elaborada pela Conexão Solidária, que apresenta um panorama dos empreendimentos solidários. O estudo sobre a economia solidária mostra que, atualmente, em quase 22 mil empreendimentos, é gerado cerca de 1,6 milhão de postos de trabalho no Brasil. Essa economia movimenta algo em torno de R$ 650 milhões por mês no País, o que representa 6% do PIB nacional.

Criada em 2009, ao longo dos últimos anos, a associação consolidou-se no mercado e conquistou o respeito do setor empresarial. Em 2010 e 2011, participou do maior evento de moda do Nordeste, o Dragão Fashion Brasil, e mostrou que a valorização das tipologias brasileiras e do artesanato podem gerar renda e trazer bons resultados tanto para quem produz quanto para quem investe. 

*Conexão Solidária

comments powered by Disqus