Notícias
rio de janeiro

Comunidades pacificadas apresentarão projetos na Rio+20

Paulo Virgilio - Agência Brasil - 04/04/2012

Seis comunidades pacificadas do Rio foram convidadas a participar da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20). Por iniciativa do governo do estado, representantes das comunidades da Cidade de Deus, na zona oeste; Pavão-Pavãozinho/Cantagalo, Chapéu Mangueira/Babilônia, Vidigal e Rocinha, na zona sul, e Alemão, na zona norte, desenvolverão projetos para serem apresentados de 13 a 22 de junho próximo, paralelamente à realização da conferência.

Os eventos ocorrerão nas próprias comunidades e o governo fluminense vai sugerir que elas sejam visitadas pelos chefes de Estado e e comitivas participantes da Rio+20. De acordo com o superintendente de Territórios da Secretaria Estadual de Assistência Social e Direitos Humanos, Daniel Misse, o engajamento comunitário para participação em evento deste porte, por meio do estado, é um fato novo. "Isso representa inclusão social, acessibilidade e desenvolvimento sustentável", afirmou.

No Pavão-Pavãozinho/Cantagalo, os moradores farão uma feira de economia solidária, com um passeio pela comunidade para que os visitantes conheçam os artistas locais. No Alemão, a proposta é da realização de atividades nos espaços do teleférico, enquanto a Cidade de Deus promoverá a segunda edição de seus Jogos Abertos e da Jornada de Educação Socioambiental.

A Rocinha pretende entregar um documento sobre desenvolvimento sustentável, com evento no parque ecológico da comunidade. Já o Vidigal vai promover uma jornada cultural, com apresentações de teatro, dança, capoeira e esportes variados. No Chapéu Mangueira e Babilônia, haverá festa junina e apresentações culturais em vários pontos da comunidade.

Edição: Fábio Massalli

comments powered by Disqus