Notícias
clima e floresta

Código Florestal e gestão sustentável na Amazônia

Mônica Nunes/Ana Luíza Vastag - Planeta Sustentável - 14/03/2011

Já está no ar a edição de março da newsletter Clima e Floresta, publicação mensal gratuita do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia. O destaque do mês é a entrevista com Andrea Azevedo, doutora na área de desenvolvimento sustentável e pesquisadora do IPAM.

A especialista defende a necessidade de uma "gestão sustentável" na região amazônica. Para isso, Andrea acredita que tanto o Código Florestal quanto o Zoneamento Socioeconômico e Ecológico do Mato Grosso são fundamentais, mas que estes devem estar conectados com as metas da Política Nacional de Mudanças Climáticas

Reforma no Código Florestal
 
O advogado Gustavo Trindade afirma na Clima e Floresta, que, caso o projeto substitutivo ao atual Código Florestal seja aprovado, poderá haver uma anistia irrestrita a todo o desmatamento realizado antes de 22 de julho de 2008 e, em alguns casos, eliminar a necessidade de Reserva Legal

A defesa dos cientistas, ambientalistas e demais setores preocupados com as consequências de uma reforma no Código Florestal – que pode aumentar o desmatamento no país – coincide com a instituição de uma Câmara de Negociação das Mudanças no Código Florestal criada para apressar a votação do novo Código. 

Outra iniciativa para conter o avanço do desmatamento sugerida pelo IPAM em seminário organizado pelo instituto em Brasília é a criação de um grupo de trabalho para estabelecer indicadores de funcionamento dos planos de combate ao desmatamento na região.

A publicação mensal gratuita do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia está disponível no site www.ipam.org.br

comments powered by Disqus