Notícias
Raimond Spekking / Creative Commons
reino animal

CO2 afeta sistema nervoso dos peixes, diz estudo

Vanessa Daraya - INFO Online - 20/01/2012

As emissões de CO2 (dióxido de carbono) podem causar danos cerebrais nos peixes marinhos, segundo pesquisa feita pelo ARC (Centro de Excelência para Estudos de Recifes de Coral), publicada em edição da revista científica Nature Climate Change.

Segundo os pesquisadores, a crescente emissão do gás poluente afeta o cérebro e o sistema nervoso central dos peixes marinhos, com sérias consequências para a sobrevivência deles. Isso porque as concentrações de CO2 estimadas para o fim do século XXI vão interferir na habilidade dos peixes de escapar dos predadores.

O ARC testou o desempenho de crias de peixes-palhaço e peixes-donzela ao lado de seus predadores em água do mar com alta concentração de CO2 dissolvido ao longo dos anos. Então, perceberam que os predadores são pouco afetados, mas os filhotes sofrem uma alteração significativa no sistema nervoso central.

Os cientistas garantem que o sentido do olfato em filhotes de peixes foi afetado pela presença de CO2 na água. Por isso, eles têm dificuldade em localizar um coral para se abrigar ou detectar o alerta de um predador. Também tendem a perder a capacidade de diferenciar as direções, como virar para a direita ou para a esquerda.

Além disso, a capacidade dos peixes de localizar e ocupar recifes à noite e evitá-los durante o dia foi afetada. Os peixes analisados ficaram confusos. Os pesquisadores afirmam que ser atraído pelos corais à luz do dia os tornaria presas fáceis para os predadores.

Os pesquisadores afirmam que essa é a primeira evidência de que os níveis de CO2 no mar afetam um receptor cerebral importante nos peixes, o que provoca mudanças marcantes nas habilidades sensoriais e comportamentais. Portanto, os resultados apontam para danos não somente visuais nos peixes, como se imaginava.

Os cientistas envolvidos com a pesquisa dizem que 2,3 bilhões de toneladas de emissões de CO2 são dissolvidos anualmente nos oceanos. Essa alta concentração causa mudanças químicas na água onde vivem peixes e outras espécies marinhas.

comments powered by Disqus