Notícias
Divulgação Cientistas filmam baleia azul dando piruetas na água
vida marinha

Cientistas filmam baleia azul dando piruetas na água

Redação - Veja.com - 30/11/2012

As baleias azuis (Balaenoptera musculus), que podem ter até impressionantes 30 metros de comprimento, são os maiores animais existentes na Terra. Mesmo com nadadeiras relativamente pequenas para o seu tamanho, os cientistas acabam de descobrir que esses mamíferos marinhos são capazes de dar impressionantes piruetas de 360º para abocanhar aglomerados de krill (um pequeno crustáceo que mede menos de 4 centímetros de comprimento, principal alimento das baleias azul - veja quadro) e outras presas. "Nossa análise mostrou manobras e investidas por alimento que reorientaram a baleia, posicionando-a de modo que o enxame de krills possa ser engolido com o corpo invertido", escrevem os autores em uma publicada nesta terça-feira na revista científica Biology Letters.

 

Uma equipe liderada pelo zoologista Jeremy Goldbogen, do Cascadia Research Collective, em Washington, nos Estados Unidos, realizou imagens a partir de micro-câmeras e sensores de movimento acoplados a 22 baleias azuis. No vídeo abaixo, divulgado com a pesquisa - e nas tomadas separadas na imagem -, pode-se observar o enxame de krill sendo abocanhado pelo animal gigante.

 

(Crédito do vídeo National Geographic)

Um texto da revista Nature sobre a pesquisa explica que outros animais são conhecidos por malabarismos semelhantes. É o caso de golfinhos-rotadores (Stenella longirostris), que saltam da água em parafuso para se livrarem de pestes em seu corpo. Um pouco mais agressivos, os jacarés também rodopiam em 360º depois de abocanhar suas presas, para desmembrá-las em instantes. Nunca, no entanto, essa acrobacia havia sido observada em um animal tão grande.

Outras espécies de baleia, como a jubarte, também reorientam seus corpos na busca por alimentos. Só que seus giros na maioria das vezes ficam em 90º e não excedem os 150º.

Visão panorâmica - No artigo da Biology Letters, Goldbogen escreve que as piruetas também foram observadas instantes antes de uma baleia iniciar uma investida contra um enxame de krills. Isso pode ser explicado, dizem os pesquisadores, pelo fato de os cetáceos (a ordem dos animais marinhos pertencentes à classe dos mamíferos) terem os olhos nas partes laterais da cabeça. "Girar o corpo deve melhorar a visão panorâmica em múltiplas dimensões", afirmam os autores. "O resultado sugere que esse comportamento pode também ser importante para observar a distribuição das presas em um determinado campo."

No estudo, apenas 10% das investidas das baleias azuis em busca de alimento envolveram uma pirueta de 360º, o que indica que a manobra, que demanda bastante energia, pode ser reservada para um tipo específico de aglomerado de presa. "Para um enxame de krill difícil de atacar, as baleias azuis podem ser motivadas a empreender essas acrobacias extraordinárias para maximizar a eficiência da busca por alimentos. Sem a manobra, as baleias azuis poderiam perder completamente o rastro dos krills, levando a um mau uso do tempo de mergulho, que é limitado, e a perda de eficiência na procura por presas", concluem.

comments powered by Disqus