Notícias
eficiência energética

Cientistas criam cortina que se move sozinha conforme a luz

Vanessa Barbosa - Exame.com - 22/01/2014

[img1]

[box-leia]Nada de cortinas motorizadas. O controle da iluminação natural em casa pode ficar ainda mais inteligente. Pesquisadores da Universidade de Berkeley, nos Estados Unidos, estão desenvolvendo uma cortina que se abre e fecha em resposta aos movimentos da luz, sem necessidade de sistemas sofisticados de automatização.

Ainda em fase de projeto, as cortinas são feitas de um material composto por nanotubos de carbono sobre uma membrana de policarbonato de plástico.

Os nanotubos de carbono tem um diâmetro corresponde a um nanômetro, ou seja, um bilionésimo de metro. Eles absorvem a luz dentro de frações de segundo e a convertem em calor, que é transferido para a superfície da membrana.

A membrana de policarbonato plástico, então, expande-se em resposta ao calor, mas a camada de nanotubos não, fazendo com que o material dobre.

Segundo os pesquisadores, a cortina inteligente tem a vantagem de ser sensível à luz de baixa intensidade. Uma simples lanterna, por exemplo, ou mesmo um rápido ligar e desligar no interruptor já seria suficiente para gerar uma resposta, como mostra o vídeo abaixo feito pelos pesquisadores.

Os estudiosos descreveram suas experiências em um artigo publicado recentemente na revista científica Nature Communications. Eles acreditam que as cortinas feitas deste material serão o futuro dos edifícios inteligentes e eficientes em energia.