Notícias
direitos humanos

Chega de violência! Campanha pede fim ao casamento infantil e mutilação genital feminina

Suzana Camargo - Planeta Sustentável - 24/07/2014

[img1][box-leia]A cada dois segundos uma menina é forçada a se casar no mundo. Muitas têm menos de 10 anos. Ao se casar tão jovens, elas têm filhos enquanto ainda são crianças, colocando em risco as próprias vidas.

Uma petição mundial quer acabar com esta violação dos direitos humanos e também dar um basta na mutilação genital feminina. A prática, extremamente violenta e comum principalmente em países da África, ainda hoje é infligida a milhões de garotas, que carregam para o resto da vida dor e trauma.

A campanha internacional Girls are not property - they have the right to determine their destiny (Meninas não são uma propriedade - elas têm direito a determinar seu destino) foi lançada durante a realização do Girl Summit 2014. Primeiro encontro deste gênero, realizado esta semana em Londres, o evento  foi organizado pelo governo britânico e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

A iniciativa quer que a próxima geração de jovens meninas tenham seus direitos respeitados e liberdade para fazer as próprias escolhas. Para endossar a petição, acesse o site da campanha.

Confira abaixo o insta-documentário, criado para sensibilizar pessoas a se engajar nesta luta:

comments powered by Disqus
Tags: