Notícias
trânsito

Cetesb faz operação para diminuir a emissão de fumaça

Elaine Patricia Cruz - Edição: Aécio Amado - Agência Brasil - 09/06/2011

Os veículos movidos a diesel que passaram ontem (8) pelas principais rodovias de acesso a São Paulo tiveram a emissão de fumaça medida pelas equipes de fiscalização da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb). Nos 21 pontos de bloqueios, das 10 horas às 15 horas, foram examinados 53.431 veículos e multados 1.458. A multa mínima é R$ 1.047 ou 60 Ufesps (Unidade Fiscal do Estado de São Paulo), hoje cotada em R$ 17,45. No ano passado, 4 mil veículos foram multados.

Em dois desses bloqueios, os veículos foram submetidos a teste de emissão com opacímetro, um equipamento ótico que mede com precisão a intensidade da fumaça preta emitida. Nos demais bloqueios, as emissões foram avaliadas por meio da escala de Ringelmann, adotada mundialmente, em que a fumaça preta é medida na comparação visual com uma cartela de cores, onde estão impressos cinco padrões de cinza, cuja densidade varia de 20% a 100% da cor preta. Caso a cor da fumaça apresente densidade superior a 40% da escala, o veículo é multado.

A fiscalização faz parte da Operação Inverno 2011, que é feita todos os anos nos meses mais frios, quando a ausência de chuvas e de ventos favorece a concentração de poluentes na atmosfera, na camada próxima ao solo, aumentando o desconforto e o número de internações hospitalares e de mortes por doenças respiratórias e cardíacas.

Segundo a Cetesb, os veículos que usam motor a diesel, tais como ônibus e caminhões, são os principais responsáveis pela emissão de fumaça preta, respondendo por 28,51% das 63 mil toneladas de material particulado lançadas anualmente no ar na região metropolitana de São Paulo.

A operação tem a finalidade de incentivar atitudes que reduzam a emissão de poluentes e economia de combustível. De acordo com os técnicos da Cetesb, um veículo bem regulado e com manutenção adequada, além de reduzir as emissões de poluentes, pode reduzir o consumo de combustível de 5% a 15%, além de aumentar a vida útil dos veículos.

comments powered by Disqus