Notícias
comemoração

Cedae distribui sementes na Semana do Meio Ambiente

Alana Gandra - Edição: Graça Adjuto - Agência Brasil - 06/06/2011

A Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae) do Rio iniciou nesse domingo (5), Dia Mundial do Meio Ambiente, a distribuição de folhetos impressos em papel reciclado, com sementes de ipê-amarelo, nos pedágios da Ponte Rio-Niterói e Via Lagos. A distribuição prosseguirá até o próximo dia 11, atingindo também crianças, adultos e funcionários da própria empresa. Hoje (6), ela se repetirá no Museu da República, durante comemoração à data.

As sementes são produzidas em viveiros da Cedae na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Alegria, no Caju; no Reservatório Victor Konder, em Campo Grande; e na Estação de Tratamento de Água (ETA) Guandu. Nas três unidades, a produção atinge 170 mil mudas/ano.

A empresa está encerrando a construção de dois novos viveiros. Um deles, instalado na Colônia Agrícola de Magé, deverá produzir 1,6 milhão de mudas anuais. O outro estará localizado na ETE São Gonçalo, com capacidade para produção de 120 mil mudas/ano.

Os viveiros fazem parte do programa de reflorestamento de matas ciliares dos rios onde a Cedae capta água. São usadas, no reflorestamento, espécies nativas das regiões. Desde o início do programa, em 2008, já foram plantadas mais de 1,5 milhão de mudas de Mata Atlântica ao longo dos rios que abastecem a população do Rio.

As mudas são plantadas por apenados em regime semiaberto que integram o programa de ressocialização Replantando Vida, cujo objetivo é a inclusão social e profissional de ex-detentos. Eles recebem um salário, além de treinamento como agentes de reflorestamento, informou a assessoria de imprensa da Cedae.

comments powered by Disqus