Notícias
conectados com segurança

Cartilha ensina a evitar violência sexual infantil na web

Débora Spitzcovsky - Planeta Sustentável - 04/03/2013

[img1]

[box-leia]A faixa etária das crianças que usam a internet está cada vez mais baixa. Dados apurados pela Safernet Brasil apontam que 75% dos adolescentes entre 10 e 18 anos navegam na rede e 71% dos menores de 11 e 12 anos já possuem perfis em redes sociais.

Apesar de facilitar os estudos e o acesso à informação, o uso precoce da internet deixa as crianças mais expostas a crimes virtuais e, sobretudo, à violência sexual. Para tentar inibir a prática, a organização Childhood Brasil lança a terceira edição da cartilha Navegar com Segurança - por uma infância conectada e livre da violência sexual.

[img2]O manual reúne dados a respeito da prática criminosa e traz dicas para que os adultos assumam postura proativa, com relação ao uso da internet pelas crianças, a fim de inibir a violência sexual na rede. Para facilitar o acesso à informação, a cartilha está dividida em quatro capítulos:
- O que é a internet?;
- Os perigos da internet;
- O papel dos pais e educadores e
- Como denunciar. 


Nas duas primeiras edições do livro, um milhão de exemplares foram entregues a mais de 200 organizações de todo o Brasil. A versão digital da cartilha Navegar com Segurança - por uma infância conectada e livre da violência sexual pode ser baixada gratuitamente, na íntegra, no site da Childhood Brasil.

comments powered by Disqus