Notícias
pesquisa global

Brasileiros pagam mais por produtos verdes

Marina Franco - Planeta Sustentável - 09/06/2011

A sexta edição da pesquisa ImagePower Green Brands revela a intenção de compra e opinião sobre empresas ecologicamente corretas de mais de nove mil consumidores da Alemanha, Austrália, Brasil, China, Estados Unidos, França, Índia e Reino Unido.

Entre os 1.101 brasileiros ouvidos, 93% afirmam que é importante que uma empresa seja ambientalmente consciente. E 74% acreditam que este atributo deve ser fortemente considerado no momento da compra. O índice é maior do que em outros países, como no Reino Unido, em que ele ficou em 33%.

Sobre os preços de produtos ecologicamente corretos, a pesquisa aponta que 48% dos consumidores brasileiros se dizem dispostos a gastar 10% a mais nesses produtos. Na Índia o índice é de 21%, enquanto nos Estados Unidos é de apenas 11%. Na China, no entanto, aqueles que não pagariam mais são somente 4%. Apesar de desembolsarem mais, os brasileiros afirmam ter dificuldades para comprar produtos verdes, principalmente porque há falta de opções e eles são difíceis de serem encontrados.

O Brasil foi também o país com maior índice (81%) de consumidores que acham que as empresas devem reciclar a embalagem de seus produtos. Estão pouco atrás os britânicos (73%), franceses (76%) e alemães (77%). As empresas de produtos eletrônicos, segundo 79% dos entrevistados no Brasil, também devem aceitar de volta os aparelhos que chegaram ao fim de sua vida útil. Apesar da preocupação, a pesquisa identifica que as empresas de tecnologia dos países em desenvolvimento fazem um bom trabalho para a proteção do meio ambiente. No Brasil, além do setor de tecnologia, os entrevistados destacaram o trabalho das empresas de cuidados pessoais, com 20% das respostas.

A ImagePower Green Brands foi conduzida pela consultoria Penn, Schoen & Berland Associates, com participação das agências da WPP, Landor Associates e Cohn & Wolfe, que no Brasil é representada pela G&A Comunicação Empresarial. A apresentação da pesquisa está disponível para download.

comments powered by Disqus