Notícias
desenvolvimento

Brasil pede a Ban Ki-moon que priorize a Rio+20

Renata Giraldi - Edição: Juliana Andrade - Agência Brasil - 27/06/2011

Ao parabenizar o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Kin-moon, por sua recondução para um segundo mandato - de 1º de janeiro de 2012 a 31 de dezembro de 2016 -, o governo do Brasil ressaltou quais devem ser as prioridades. Em nota, o Itamaraty defendeu a inclusão das discussões sobre a reforma do Conselho de Segurança e a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20).

Para o Brasil, é necessário também buscar uma solução política para a crise que atinge o Norte da África e o Oriente Médio, assim como o cumprimento das Metas de Desenvolvimento do Milênio.

"O governo brasileiro reafirma seu comprometimento em cooperar com o secretário-geral das Nações Unidas e no encaminhamento de questões-chave da agenda internacional, como a realização da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável [Rio+20], a solução política das crises no Norte da África e no Oriente Médio, o cumprimento das Metas de Desenvolvimento do Milênio e o processo de reforma e fortalecimento das Nações Unidas", diz o comunicado. 

Há alguns dias, Ban Ki-moon esteve no Brasil, onde ficou por dois dias. Na visita, o secretário-geral defendeu a reforma do Conselho de Segurança, mas evitou opinar sobre a eventual candidatura do Brasil como membro permanente, caso ocorra a ampliação dos assentos.

comments powered by Disqus