Notícias
sensacionalismo

Biólogos criticam naturalista que deixou sucuri engoli-lo

Saulo Pereira Guimarães - Exame.com - 17/11/2014

[img1][box-leia]O apresentador americano Paul Rosolie está na mira dos defensores dos animais. Em vídeo divulgado na internet, o naturalista afirma que foi engolido por uma cobra sucuri e promete mostrar tudo na televisão.

"Não há registros científicos da ingestão de pessoas por sucuris. Além disso, não fazemos parte dos itens alimentares da espécie", afirmou, em entrevista a EXAME.com, o biólogo Marcelo Bellini, do Instituto Butantan.

O vídeo divulgado no YouTube anuncia o programa "Eaten Alive" ("Comido Vivo"), do canal Discovery. A atração irá ao ar no próximo dia 7 em diversos países.

No vídeo, Rosolie aparece na Amazônia. Lá, ele vestiu uma roupa especial e lambuzou o corpo com sangue de porco para atrair uma sucuri, ser engolido pela cobra e resgatado com vida depois.

SUCURI
De acordo com Bellini, a dieta da sucuri não inclui apresentadores de TV - mas capivaras, jacarés e outros animais de médio porte. A cobra costuma passar boa parte do tempo dentro de rios e circular apenas em áreas secas que estejam próximas a eles.

"Nessa espécie, os machos são menores que as fêmeas", afirma o biólogo. Segundo ele, as sucuris nascem medindo entre 80 e 90 centímetros de comprimento e podem alcançar cerca de 8 metros na vida adulta.

Em diâmetro, a cobra pode bater a marca dos 30 centímetros. Porém, a sucuri consegue engolir presas de até 90 centímetros de diâmetro. Isso se deve à estrutura diferenciada de seu maxilar, à possibilidade de dilatação das costelas e à pele elástica.

No Instituto Butantan, sucuris em cativeiro chegam a pesar 50 quilos. Mas Bellini informa que, na natureza, o peso tende a ser mais modesto. De acordo com o biólogo, uma cobra desse tipo em cativeiro pode viver por até 30 anos.

DA PAZ
"A sucuri é um animal grande, mas não é agressivo", afirmou, em entrevista a EXAME.com, Vidal Haddad Júnior, professor da Unesp e autor de um livro sobre esse tipo de cobra.

Ele se mostrou indignado com o vídeo de Rosolie e saiu em defesa da cobra. "Esse tipo de coisa é ruim porque sataniza o bicho", afirmou. No Instituto Butantan, os biólogos Circe Albuquerque, Marcelo Bellini e Silvia Cardoso também criticaram o programa da Discovery.

"Não gostamos da ideia de capturar um animal em seu habitat para videos de certa forma sensacionalistas", afirmaram eles via e-mail a EXAME.com. Veja o vídeo que anuncia o programa "Eaten Alive":

comments powered by Disqus
Tags: