Notícias
saneamento básico

BID proporciona melhorias no esgoto da Baía de Guanabara

Douglas Corrêa - Edição: Rivadavia Severo - Agência Brasil - 24/11/2011

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) aprovou empréstimo de US$ 452 milhões para a melhoria da coleta de esgotos nos municípios afluentes da Baía de Guanabara.

A verba proporcionará o avanço do Programa Ambiental dos Municípios do Entorno da Baía de Guanabara, uma região que abriga 10 milhões de pessoas. O programa integra o Pacto pelo Saneamento do Governo do Estado, aprovado por decreto em abril deste ano, com o qual o governo pretende ampliar os serviços de saneamento básico para 80% da população do estado até 2018.

De acordo com o coordenador do projeto do BID, Yvon Mellinger, "a finalidade é aumentar o nível de coleta e tratamento de esgotos, reduzindo a carga orgânica de origem doméstica vertida nos corpos hídricos e, em consequência, contribuir para a recuperação da qualidade da água da Baía de Guanabara".

O financiamento contribuirá para que cerca de 359 mil domicílios ganhem acesso à rede de esgotos, beneficiando diretamente 1,9 milhão de pessoas.

Segundo o ambientalista Mário Moscatelli, toda a bacia hidrográfica no entorno da Baía de Guanabara foi transformada em valão de esgoto. Ele disse que as áreas dos municípios de Duque de Caxias, Niterói e São Gonçalo, na região metropolitana do Rio, ainda carecem de investimentos para acabar com o esgoto jogado diretamente na baía.

"Esses municípios tem uma população urbana muito grande que carece desse tipo de serviço. Além da construção de novas estações de tratamento, é fundamental que se crie às condições para se instalar troncos coletores e elevatórias para levar todo esse esgoto que é gerado e atualmente vai para dentro dos rios, para as estações de tratamento, porque caso contrário à gente vai continuar secando gelo".

Moscatelli disse que parte dessa verba deve ser usada no município do Rio de Janeiro, onde o Rio Irajá é esgoto puro. De acordo com ele, o canal do Cunha que é continuação dos rios Jacaré e Farias também joga esgoto direto, sem tratamento, na Baía de Guanabara.

comments powered by Disqus