Notícias
Amazônia

Rios Voadores usam balão como plataforma científica

Marina Franco - Planeta Sustentável - 20/04/2011

Entre os 40 balões que serão apresentados no Festival Internacional de Balonismo, que será realizado entre os dias 20 e 24 de abril na cidade de Torres/RS, um terá importância, também, para a Amazônia brasileira. Ele será usado pelo aviador e ambientalista Gérard Moss (foto), conhecido por ter realizado duas voltas ao mundo em aeronaves pequenas, para pesquisas na região feitas pelo projeto Expedição Rios Voadores*.

O balão de ar quente percorrerá os rios voadores da Amazônia, que são correntes de ar carregadas por vapor de água, que levam umidade para outras regiões do país. O objetivo é estudar o impacto do desmatamento e das mudanças climáticas sobre a Floresta, além do ciclo de chuvas que caem no Brasil e países vizinhos.

O Projeto Rios Voadores, idealizado por Gérard, segue com pesquisas feitas com a ajuda de um avião monomotor, para coletar amostras de vapor de água em altitudes de até três mil metros. O projeto foi iniciado em 2007 e conta com a participação de cientistas e pesquisadores brasileiros.

De acordo com Gerárd, a introdução de um balão no projeto ajudará na observação mais próxima e na coleta de amostras rente às copas das árvores e aos campos degradados ou de plantio. Em fevereiro, o aviador realizou alguns voos no Mato Grosso, bem rente às copas e até penetrando no dossel florestal, para avaliar a dificuldade que teria com a coleta de amostras.

* Festival Internacional de Balonismo 
* Rios Voadores

Leia também:
Jovens aprendem importância dos Rios Voadores
Escolas ensinam sobre Rios Voadores
O que são os rios voadores?

Rios Voadores revelam importância da Amazônia

comments powered by Disqus