Notícias
tecnologias verdes

Avião solar retorna para a Suíça

Vanessa Daraya - INFO Online - 10/07/2012

O avião Solar Impulse decolou sexta-feira (6) de Rabat, Marrocos. O voo tem como destino a cidade de Madri. Essa é mais uma etapa no regresso da aeronave para a Suíça, local de partida.

O avião que voa sem combustível, pilotado pelo suíço Bertrand Piccard, chegará a Madri na manhã de sábado após um voo sem escalas. Porém, talvez Piccard tenha que desviar a rota para Oeste ao sobrevoar a Península Ibérica. Isso porque o voo pode enfrentar dificuldades meteorológicas.

O Solar Impulse decolou em 24 de maio em Payerne, na Suíça. O pouso aconteceu em 5 de junho em Rabat, depois de uma escala em Madri. Depois, em 22 de junho, o avião chegou a Ouarzazate, no sul do Marrocos.

O avião passou um mês em Marrocos, como forma de apoiar o projeto de desenvolvimento de energias sustentáveis no país. Porém, a empresa ainda não divulgou qual a data definitiva do regresso para a Suíça.

Em junho, o avião fez uma viagem de 2500 quilômetros entre Madri e Rabat. Esse é considerado o voo mais longo até agora da Solar Impulse. Quando chegar à Suíça, o avião concluirá sua primeira viagem de ida e volta entre a Europa e o Norte da África.

Vale lembrar que esses voos feitos pelo Solar Impulse são apenas um ensaio para uma volta ao mundo prevista para acontecer em 2014. Até lá, o avião passará por melhorias.

Atualmente, o Solar Impulse é composto por fibras de carbono e tem quatro motores elétricos com potência de 10 cavalos cada. Ele é alimentado por 12.000 células fotoelétricas que cobrem suas asas de 64,3 metros.

Ao todo, os pesquisadores já gastaram sete anos de trabalho na construção do Solar Impulse. Ele tem a envergadura de asa de um Airbus 340, a potência de uma lambreta e o peso de um carro de família.

comments powered by Disqus