Notícias
transporte fluvial

Audiência discutirá segurança nos rios da Amazônia

Redação - Agência Câmara de Notícias - 12/09/2011

A Comissão da Amazônia, Integração Nacional e de Desenvolvimento Regional realizará nesta terça-feira (13) audiência pública para discutir a segurança no transporte fluvial da região.

O debate foi proposto pelo deputado Miriquinho Batista (PT-PA). Segundo ele, os barcos que trafegam nos rios da Amazônia estão sendo assaltados ou usados para a prática de crimes, como prostituição infantil, tráfico de drogas e transporte clandestino de madeira e animais.

"Não podemos mais conviver com tanta violência nos rios, que são as ruas da Amazônia", diz o deputado.

Para Miriquinho Batista, é preciso criar uma força-tarefa dos governos federal, estaduais e municipais para eliminar a violência nos rios da Amazônia.

Foram convidados para o debate:
- o ministro de Defesa, Celso Amorim;
- o ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso;
- o secretário da Defesa Nacional e dos Assuntos do Mar, Marcos Perestrello;
- o comandante da Marinha, Julio Soares de Moura;
- o secretário de Segurança Pública do Pará, Luiz Fernandes Rocha;
- o secretário de Segurança Pública do Amazonas, Geraldo André Scarpallini Vieira;
- o secretário de Justiça e Segurança Pública do Amapá, Marcos Roberto Marques da Silva;
- o secretário de Segurança Pública do Maranhão, Alívio Guimarães Mendes Filho;
- o secretário de Segurança Pública do Acre, Ildon Reni Graebnen;
- o secretário de Segurança Pública do Tocantins, João Costa Ribeiro Filho;
- o secretário de Segurança, Defesa e Cidadania de Rondônia, Marcelo Bessa;
- o secretário de Segurança Pública de Mato Grosso, Diógenes Curado Filho;
- o secretário de Segurança Pública de Roraima, General Eliéser Girão Monteiro Filho;
- o capitão de mar e guerra Francis Pereira Valle, da Capitania dos Portos da Amazônia Oriental;
- capitão de mar e guerra Nelson Ricardo Baia, da Capitania dos Portos do Maranhão;
- o capitão Marcelo de Rezende Lima, da Capitania dos Portos do Amapá.

A reunião será realizada às 14 horas, no Plenário 15.

comments powered by Disqus