Notícias
Wikimedia Commons Alexandre Padilha quer usar mais remédios biotecnológicos no SUS
regulamentação

Anvisa publica regras para produtos biotecnológicos

Vitor Abdala - Agência Brasil - 20/10/2011

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou dois guias com regras para registros de produtos biotecnológicos no Brasil, informou hoje o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, durante evento da Organização Mundial da Saúde (OMS), no Rio de Janeiro.

Segundo o ministro, a publicação dos guias, que trazem regras "claras" para o Brasil, é um estímulo para a produção nacional de produtos biotecnológicos, o que pode garantir remédios mais baratos. Com isso, de acordo com Padilha, o Sistema Único de Saúde (SUS) poderá ampliar o atendimento à população.

"Os produtos biotecnológicos são a nova fronteira de medicamentos para tratamentos, sobretudo, de câncer e doenças infecciosas. São os novos tratamentos mais eficazes e seguros para população. No rol de medicamentos que usamos hoje no SUS, 1% dele é biotecnológico, mas ele compromete 34% do orçamento do Sistema Único de Saúde. Quando começarmos a produzir aqui no Brasil, poderemos reduzir o preço e atender um número maior de pessoas."

Outros dois guias específicos para o registro dos medicamentos Interferon Alfa, usado no combate a infecções virais e tipos de câncer, e Heparina, que tem função anticoagulante, foram publicados pela Anvisa. Padilha disse que agência também criou uma câmara técnica para propor novas políticas para os produtos biotecnológicos. "A ideia é que a gente possa ter instrumentos mais claros para a indústria poder produzir esses produtos no Brasil."

comments powered by Disqus