Notícias
saúde

Anvisa proíbe mamadeiras com bisfenol A no Brasil

Débora Spitzcovsky - Planeta Sustentável - 15/09/2011

A Anvisa - Agência Nacional de Vigilância Sanitária determinou nesta quinta-feira, 15/09, a proibição da venda e fabricação de mamadeiras de plástico que contenham bisfenol A em sua composição. 

A medida, que entra em vigor, em todo o Brasil, a partir de janeiro de 2012, foi baseada em estudos realizados em animais que comprovaram que o bisfenol A pode causar problemas neurológicos naqueles que têm contato direto com a substância - e, sobretudo, em crianças que estão em seus primeiros anos de vida. 

No cenário internacional, o uso do bisfenol A já foi proibido - não só em mamadeiras, mas sim em todos os produtos plásticos - em todos os países da União Européia e, também, no Canadá, China, Malásia e Costa Rica. 

No Brasil, a primeira medida a ser sancionada sobre o assunto, antes da decisão da Anvisa, foi a Lei 187/2011, de Piracicaba, no interior de São Paulo, que proíbe a comercialização de mamadeiras e copos de bico fabricados com bisfenol A. 

Leia também:
Brinquedos eróticos podem causar infertilidade 
Perigo no plástico 

comments powered by Disqus