Notícias
protetor das matas

Brasileiro Almir Suruí é eleito Herói da Floresta pela ONU

Débora Spitzcovsky - Planeta Sustentável - 11/04/2013

[img1]

Almir Suruí, líder indígena de Rondônia, foi eleito pela ONU um dos cinco salvadores das florestas do mundo no ano de 2012. A homenagem faz parte do Programa Heróis da Floresta, que seleciona pessoas de todos os cantos do planeta que trabalham de forma heroica para proteger e gerir as matas. 

Vencedor pela América Latina e Caribe, o líder dos índios Paiter-Suruí é famoso por criar iniciativas que visam proteger a floresta e incentivar o desenvolvimento sustentável na Terra Indígena Sete de Setembro, onde vive. Entre elas, o projeto Carbono Suruí, consagrado como a primeira ação indígena de REDD+ do Brasil, e o projeto que desenvolveu em parceria com o Google para utilizar o Google Earth como ferramenta de combate ao desmatamento da Amazônia

Os outros quatro eleitos como Heróis da Floresta pela ONU são:
- Rose Mukankomeje, de Ruanda (África);
- Preecha Siri, da Tailândia (Ásia);
- Hayrettin Karaca, da Turquia (Europa) e
- Ariel Lugo, dos EUA (América do Norte). 

A cerimônia de entrega do prêmio Heróis da Floresta acontece nesta quarta-feira (11), durante a décima edição do Fórum das Nações Unidas sobre Florestas (UNFF), em Istambul. No ano passado, o Brasil também estava entre os ganhadores da iniciativa: Paulo Adario, diretor da Campanha da Amazônia do Greenpeace-Brasil, recebeu o prêmio. A ONU ainda fez uma homenagem póstuma ao casal de extrativistas José Cláudio da Silva e Maria do Espírito Santo, que foi assassinado em 2011, no Pará, depois de receber ameaças de morte por conta do trabalho de proteção à floresta que realizava na região.

comments powered by Disqus