Notícias
pesquisa

Adolescentes nos EUA sabem pouco sobre o aquecimento global

Kátia Arima - National Geographic Brasil - 19/04/2011

Apenas 25% dos adolescentes norte-americanos passaram no teste de conhecimentos sobre o aquecimento global feito pela Universidade de Yale, nos Estados Unidos (Leia em Banheira de Carbono, a explicação da NG Brasil para as mudanças climáticas).

Um quarto dos jovens que participaram da pesquisa passou no teste: eles receberam nota A (90% ou mais de acerto nas questões), B (80% a 90% de acerto) ou C (70% a 79% de acerto). No grupo dos adultos, o resultado foi melhor, mas também baixo: apenas 30% foram aprovados.

Entre os entrevistados adolescentes, 54% estão conscientes de que as mudanças climáticas estão acontecendo - entre os adultos, o percentual é de 63%. 

Quando o assunto é a acidificação dos oceanos, os jovens dos EUA estão também desinformados: apenas 17% já ouviram falar disso. Entre os adultos norte-americanos, o índice é 25%. (Leia também a reportagem sobre o Mar Ácido, da NG Brasil) 

Em algumas questões, os jovens se saíram melhor que os adultos. 57% dos adolescentes entendem que o aquecimento global está sendo causado por atividades humanas, em comparação a 50% dos adultos. Sobre o efeito estufa, 77% dos adolescentes sabem que ele se refere aos gases na atmosfera que aprisionam o calor, enquanto apenas 66% dos adultos conseguiram acertar a definição.

O estudo identificou que os dois grupos têm concepções erradas em relação ao aquecimento global: 35% dos adolescentes acreditam que o buraco de ozônio é o maior contribuidor do aquecimento global. Para muitos adolescentes (44%), parar o lançamento de foguetes desaceleraria o aquecimento global. 

A pesquisa da Universidade de Yale foi realizada em julho de 2010 e contou com a participação de 517 adolescentes norte-americanos, na faixa etária entre 13 e 17 anos, e 1.513 adultos.

comments powered by Disqus