Notícias
em busca de consenso

Governo pode abater dívida rural de quem reflorestar

Débora Spitzcovsky - Planeta Sustentável - 10/05/2011

Em mais uma tentativa de atender as exigências dos ambientalistas e ruralistas e, assim, chegar a um consenso sobre a proposta do novo Código Florestal, de autoria do deputado Aldo Rebelo, o governo irá submeter hoje à aprovação da equipe econômica do Planalto uma proposta que visa abater a dívida rural dos produtores que recuperarem APPs - Áreas de Preservação Permanente em margens de rios e encostas. 

De acordo com o texto da proposta, o perdão da dívida será calculado com base na redução das emissões de gases de efeito estufa, provocada pelo replantio das APPs: ou seja, a cada tonelada de carbono "poupada", graças ao reflorestamento, o produtor rural terá R$ 17 de abatimento na sua dívida.

Segundo estimativas do MMA - Ministério do Meio Ambiente, a medida poderia reduzir a dívida dos produtores rurais - que, atualmente, é calculada em R$ 80 bilhões - em até 70%, o que agradaria aos ruralistas. E, ao mesmo tempo, recuperaria cerca de 430 mil km² de APPs que foram degradadas por conta das atividades agrícolas, agradando aos ambientalistas. 

A proposta deve ser submetida à aprovação da equipe econômica do Planalto ainda hoje, já que, a partir das 12h, os líderes partidários se reunirão na Câmara dos Deputados para decidir se o projeto de lei do novo Código Florestal será votado nesta terça-feira, 10 de maio.

comments powered by Disqus