Notícias
denuncie

Abandono de animais aumenta 70% nas férias em SP e RJ

Débora Spitzcovsky - Planeta Sustentável - 16/12/2013

[img1]

[box-leia]O descanso de final de ano, por conta do Natal, Reveillon e das férias coletivas, é sempre muito esperado e comemorado pelas pessoas, mas vários animais não têm motivo algum para festejar nesse período. 

Levantamentos feitos pelas ONGs Suipa, do Rio de Janeiro, e Arca Brasil, de São Paulo, apontam que o número de bichos abandonados aumenta cerca de 70% nas férias. Isso porque muitos donos querem viajar no período, mas não podem levar os animais de estimação e não têm com quem deixá-los. Sem dinheiro para hospedar os bichos em hotéis especializados, acabam optando por abandoná-los dentro de casa - sem cuidados como comida, água e higienização - ou mesmo na rua. 

Os dados da Secretaria de Defesa dos Animais da capital fluminense também chocam. Segundo a instituição, o número de cães e gatos deixados em abrigos cresceu, aproximadamente, 340% em novembro, em comparação com os meses de março a outubro. Normalmente, essas entidades recebem cerca de 28 animais a cada 30 dias. Em novembro, 95 bichos foram entregues e, em dezembro, já são 49, apenas nos primeiros dez dias. 

Vale lembrar que abandonar e maltratar animais é crime, previsto no artigo 32 da Lei Federal 9.605/98 de Crimes Ambientais. A punição é detenção de três meses a um ano, além de multa. E mais: caso o bicho abandonado morra, a pena do criminoso pode aumentar de um sexto a um terço. 

Se presenciar qualquer tipo de maus tratos a animais, denuncie. A queixa pode ser feita nas delegacias comuns ou especializadas em meio ambiente. Também é possível denunciar para o Ministério Público ou para o Ibama.

comments powered by Disqus