lixo
Divulgação

A roupa não cabe mais na criança? A loja sueca Boomerang aceita de volta e dá desconto na próxima compra

tudo se transforma

“Segunda mão” está na moda

Grifes européias aderem ao conceito de sustentabilidade e abrem as primeiras lojas onde se pode vender e comprar peças usadas da própria marca. O cliente economiza e sai com a consciência limpa. É vida nova para a roupa velha. No Brasil, essa moda ainda não pegou, mas os brechós virtuais se alastram

Suzana Camargo, da Suiça – Edição: Mônica Nunes
Planeta Sustentável – 17/07/2009


comments powered by Disqus