desenvolvimento

Almir Suruí é lider indígena da TI Sete de Setembro

pela proteção da floresta

Carbono Suruí: primeira ação indígena de REDD+ no país

Criado pela Associação Metareilá do Povo Indígena Suruí, o Projeto Carbono Suruí é a primeira iniciativa brasileira de REDD+ desenvolvida por índios e prevê a preservação da Floresta Amazônica por meio de ações sustentáveis na Terra Indígena Sete de Setembro, em Rondônia, que são remuneradas a partir da venda de créditos de carbono no mercado internacional

Débora Spitzcovsky - Planeta Sustentável - 06/10/2011