ambiente
Diego Morales/Medianvia

entrevista

Deise Nishimura: apesar do jacaré, ela voltará à selva

Era meio-dia de 30 de dezembro de 2009 quando o maior predador da Amazônia, o jacaré-açú, atacou a bióloga paulista Deise Nishimura*, 25, que limpava peixe na varanda de sua casa flutuante no lago Mamirauá. Não morreu por pouco, mas perdeu a perna direita. Ainda assim, Deise não desistiu da ciência. Ela, que estudava o comportamento de botos-vermelhos, não vê a hora de voltar à pesquisa na selva

Willian Vieira - Revista Superinteressante – 11/2010


comments powered by Disqus