BLOGS |Sustent√°vel na Pr√°tica

√Ārvores da sa√ļde Afonso Capelas Jr. - 13/04/2012 √†s 19:07

Pesquisadores norte-americanos descobriram que a presen√ßa de √°rvores na porta de casa √© muito mais do que simples est√©tica paisag√≠stica, chamariz para passarinhos ou banheiro para c√£es. Os cientistas da Universidade de Columbia, nos Estados Unidos, est√£o certos de que ruas arborizadas protegem seus moradores ‚Äď em especial as crian√ßas ‚Äď de problemas respirat√≥rios, especialmente a asma.

Eles chegaram a esta conclus√£o comparando o n√ļmero de √°rvores das ruas de determinados bairros da cidade de Nova Iorque com casos de doen√ßas pulmonares. A resposta a esse comparativo: as entradas hospitalares interna√ß√Ķes¬†de crian√ßas com asma t√™m rela√ß√£o direta com a quantidade de √°rvores nas vias p√ļblicas.

Taxas mais baixas de asma foram encontradas em crian√ßas entre 4 e 5 anos de idade que moram em ruas com mais verde. Essas vias arborizadas estavam relacionadas com 24% menos casos de asma e 17% menos interna√ß√Ķes.

Ainda n√£o foi descoberto qual o fator primordial que levou a esses resultados. Os pesquisadores imaginam, no entanto, que ruas com √°rvores s√£o mais agrad√°veis e convidam as crian√ßas a brincar e correr ao ar livre, exercitando seus pulm√Ķes e melhorando a respira√ß√£o. Sem contar que as √°rvores contribuem para a retirada do di√≥xido de carbono da atmosfera, melhorando substancialmente a qualidade do ar nos bairros.

√Č ou n√£o um √≥timo motivo para colocar as m√£os na terra e plantar uma √°rvore na sua cal√ßada j√° no pr√≥ximo final de semana?

Imagem ‚Äď Creative Commons

ver este postcomente

A bike, engrenando em Sampa Afonso Capelas Jr. - 06/04/2012 às 18:16

A saga dos ciclistas por um espaço digno em São Paulo não para. Boas e más notícias circularam nos jornais desta semana. As boas: a prefeitura acaba de lançar o programa Escolas de Bicicleta, nos 45 Centros Educacionais Unificados, os CEUs, e também no Centro de Convivência Educativo e Cultural da favela de Heliópolis. Uma iniciativa inédita e simpática. No dia 31 de março foram distribuídas para 20 alunos de Heliópolis bikes com quadros feitos de bambu, além de capacetes, coletes refletivos, bagageiros e cadeados. Bonitas e resistentes, as bicicletas são ainda mais leves do que as de alumínio e foram criadas pelo designer Flávio Deslandes. Ele garante que não usou materiais tóxicos e poluentes como vernizes e colas para produzir as magrelas.

A ideia √© que nos pr√≥ximos meses quase cinco mil crian√ßas fa√ßam parte desse projeto, voltado tamb√©m para a sustentabilidade. Al√©m de aprender tudo o que precisam para se tornar ciclistas cuidadosos e seguros com a ajuda de monitores, meninos e meninas ‚Äď juntos com seus pais e os moradores das proximidades das escolas ‚Äď v√£o recolher garrafas PET e envi√°-las para cont√™ineres nas escolas. Ser√£o futuros cidad√£os e ciclistas conscientes.

Outra boa nova: finalmente a prefeitura promete criar mecanismos para proteger a integridade de quem pedala pelas ruas da cidade. Fiscais da Companhia de Engenharia de Tr√°fego (CET) passar√£o a multar motoristas de carros particulares, √īnibus e caminh√Ķes que coloquem em risco os ciclistas.

J√° n√£o era sem tempo. Nos √ļltimos dois anos, 98 adeptos do pedal morreram na cidade. Na semana passada, mais uma v√≠tima: um homem de 49 anos morreu em uma avenida, depois de ser atropelado¬†por um carro. No final de mar√ßo havia sido uma bi√≥loga, desta vez na movimentada avenida Paulista.

Mesmo assim, há evolução para quem exige o direito de pedalar em São Paulo com segurança. Espera-se que essas iniciativas sejam realmente colocadas em prática e se multipliquem para as demais cidades brasileiras, como acontece em várias partes do mundo.

Ainda falta muito para que a cidade se torne exemplar nesse quesito. Muito mesmo. A começar pelas benditas ciclovias. Poucas saem do papel. O homem atropelado com sua bike, dias atrás, estava pedalando em uma avenida na qual o prefeito havia prometido uma ciclovia há muito tempo. Nada menos que cinco anos atrás. Até hoje não há sinais dela.

Leia também

Mais vitórias da magrela

O pedal faz a diferença

De bike é bem melhor

Imagem ‚Äď ¬†A linda bike de bambu do programa Escolas de Bicicleta, da prefeitura de S√£o Paulo. Foto¬†divulga√ß√£o.

ver este postcomente

De olho nas empresas sustentáveis Afonso Capelas Jr. - 30/03/2012 às 18:41

 

Outro recente estudo comprova que os consumidores est√£o cada vez mais alertas e interessados em produtos e servi√ßos de companhias dispostas a inovar apostando em neg√≥cios sustent√°veis. Desta vez a Pesquisa sobre Responsabilidade Social Corporativa, realizada pelo instituto Nielsen, revelou que mais de 70% dos brasileiros est√£o determinados a se tornar fregueses de carteirinha de empresas verdadeiramente verdes. Inclusive com o desejo de ter um bom emprego nessas organiza√ß√Ķes.

A pesquisa foi conduzida entre agosto e setembro do ano passado. Mais de 28 mil pessoas com acesso √† internet foram ouvidas em 56 pa√≠ses da Am√©rica Latina, Am√©rica do Norte, Europa, Oriente M√©dio, √Āfrica, √Āsia e Oriente M√©dio. Os resultados do estudo, divulgado no site da revista √Čpoca Neg√≥cios, revelam tamb√©m que na Am√©rica Latina s√≥ perdemos para a Col√īmbia, onde 86% da popula√ß√£o est√° interessada em consumir de empresas sustent√°veis. Mas nos ficamos lado a lado com o Peru e a Argentina.

Veja as principais quest√Ķes abordadas pela pesquisa:

- 74% dos brasileiros se disp√Ķem a comprar produtos de empresas sustent√°veis;

- 70% dos investidores brasileiros preferem fazer seus investimentos e negócios nessas companhias;

- 72% dos brasileiros acham que a sustentabilidade deve ser a maior causa das empresas;

-71% dos brasileiros dariam preferência a trabalhar em empresas sustentáveis, embora apenas 27% estariam dispostos a diminuir seus salários para ter uma vaga nessas companhias;

Pode ser o início de uma mudança de paradigma, onde as pessoas estão naturalmente se dando conta de que precisam consumir para sobreviver, mas sem necessariamente acabar com o planeta.

Leia também

A era do consumidor mais verde

Imagem – Creative Commons

ver este postcomente

Sustent√°vel na Pr√°tica

AFONSO CAPELAS JR

é paulistano, jornalista e produz textos sobre meio ambiente, turismo ecológico e sustentabilidade desde que saiu da faculdade (ou seja, faz tempo). Hoje escreve para o Planeta Sustentável. Este blog foi criado para debater com os leitores ideias sobre o que podemos fazer pela sustentabilidade em nosso dia-a-dia. Sem dor, sem chatice, sem imposição, mas com a consciência de que não vivemos mais a era do desperdício. Afinal, está na hora de enfrentarmos o século 21.

Posts anteriores

18/04 - Faça sua bike ficar elétrica

11/04 - Nossa √°gua est√° contaminada

04/04 - Nuvens mais limpas na rede

28/03 - O atlas das brigas ambientais

21/03 - Nova York autossustent√°vel

14/03 - Mais d√ļvidas sobre o lixo

07/03 - Cadastro anti-roubo de bike

21/02 - Embalagens: lavar ou n√£o – 2

14/02 - Embalagens: lavar ou n√£o lavar?

07/02 - 3 notícias sobre 2 rodas

31/01 - Manual de agricultura urbana

24/01 - Telhados verdes funcionam mesmo

20/12 - App contra o trabalho escravo

13/12 - Supermercado social, uma ideia legal

06/12 - Bike mais barata para todos

29/11 - Mundo: uma imensa lixeira em breve?

23/11 - O bendito verde urbano

18/11 - Phonebloks, o futuro?

08/11 - Abaixo os impostos das bikes!

01/11 - Brasil est√° reciclando mais?

25/10 - Você já comprou e nunca usou?

18/10 - Bikes x Carros

11/10 - Invista no banco de tempo

04/10 - V√° de carona, ou de t√°xi, ou de bike

27/09 - Recursos naturais no buraco

20/09 - Siga o caminho do pl√°stico

06/09 - A ang√ļstia de ter um carro

30/08 - Brasil adotar√° o Lixo Zero?

23/08 - Viva a economia solid√°ria!

16/08 - Uma ideia que ilumina o mundo

09/08 - A solidão é insustentável

02/08 - Denuncie os lix√Ķes sem d√≥

26/07 - O papa pedala

19/07 - Sobre lixo, m√ļsica e dignidade

12/07 - As incríveis roças paulistanas

05/07 - Contra o desperdício de comida

24/06 - Carros: é preciso reciclar mais

14/06 - Uma universidade para a bike

07/06 - Estamos comendo peixes em extinção

31/05 - Fraldas limpas

24/05 - Campe√£o e sustent√°vel

17/05 - O bom político e as ovelhas negras

10/05 - Mercado de madeira legal em alta

03/05 - A felicidade mora na praça ao lado

26/04 - Sampa tenta se humanizar

19/04 - Bê a bá dos resíduos sólidos

12/04 - Mais espaço para reciclar

05/04 - O mapa da mobilidade no país

30/03 - O fim dos lix√Ķes em 2014?

22/03 - Carro velho = bike nova

15/03 - Algumas ideias para o bem

08/03 - Aprendendo mais sobre a √°gua

01/03 - Ansiedade e consumo

22/02 - Economia verde indo pro azul

15/02 - O pl√°stico que nos envenena

08/02 - Para onde foi o seu dinheiro?

01/02 - Pedalar e comer em Buenos Aires

25/01 - Mais cidades sustent√°veis

18/01 - O mundo n√£o quer as sacolas

11/01 - Lance sua ideia sustent√°vel

21/12 - Chega de óleo na água

14/12 - A logística reversa chegou

07/12 - Além da obesidade infantil

30/11 - Sampa na marcha a ré

23/11 - Aplicativos verdes

16/11 - Tempo e qualidade

09/11 - Consumo infantil não é brincadeira

02/11 - Chique e sustent√°vel

26/10 - Ineficiência sobre rodas

19/10 - Obsolescência e economia criativa

13/10 - Sa√ļde sustent√°vel

05/10 - Descurtiu o brinquedo? Troca!

28/09 - Votar bem só faz bem

21/09 - √Č preciso voltar a andar

14/09 - Semana para desengarrafar

07/09 - Los hermanos pedalam

31/08 - Nós e os botos

24/08 - Saneamento b√°sico na lama

17/08 - Coleta de lixo do futuro em SP

10/08 - Voto por uma cidade melhor

04/08 - Saud√°veis paredes verdes

28/07 - Se a moda pega…

20/07 - O Google d√° pedal

13/07 - O passaporte verde

09/07 - Pobreza e economia verde

29/06 - Sustentabilidade a bordo

22/06 - A mergulhadora e os pl√°sticos

18/06 - O povo unido…

08/06 - Brasil mais consciente

01/06 - Ora, sacolas…

25/05 - A revolução do pedal continua

18/05 - Novos e preocupantes relatórios

14/05 - Lixão, até quando?

04/05 - A corrente do bem

27/04 - Uma calçada no meio do caminho

20/04 - O 7¬ļ continente… de pl√°stico

13/04 - √Ārvores da sa√ļde

06/04 - A bike, engrenando em Sampa

30/03 - De olho nas empresas sustent√°veis

23/03 - Tom Zé e sustentabilidade

19/03 - Cidades do futuro, j√°

09/03 - Carona para quem precisa

05/03 - Logística reversa sai do papel

24/02 - Mais vitórias da magrela

17/02 - Reciclagem a passo de tartaruga

10/02 - Golfinhos envenenados

03/02 - O pedal faz a diferença

27/01 - A insustent√°vel leveza da sacola

20/01 - Farmville sustent√°vel

23/12 - Horta no apê

16/12 - A era do cidad√£o indignado

09/12 - Consumo e lixo: temos um plano

02/12 - A energia do futuro j√° chegou

25/11 - Reciclagem na ponta dos dedos

18/11 - Empresas de boas a√ß√Ķes

11/11 - Os sem sacolas

04/11 - De bike é bem melhor

28/10 - J√° somos 7 bi

21/10 - Fa√ßa as contas de suas emiss√Ķes

14/10 - Sobre novas formas de se mexer

07/10 - A era do consumidor mais verde

30/09 - Temos que diminuir o passo

23/09 - Como fazer um rio renascer

16/09 - Primavera da mobilidade

09/09 - E o vento levou…

02/09 - O divertido escambo cultural

26/08 - 8 Rs da sustentabilidade

19/08 - O direito de caminhar a salvo

12/08 - Sobre a import√Ęncia de cuidar

05/08 - De novo as sacolinhas

29/07 - Os velhos tempos, de roupa nova

22/07 - Que tal uma composteira?

15/07 - Dias melhores para os carroceiros

08/07 - O turista sustent√°vel

01/07 - Sustentavelzinho na pr√°tica

24/06 - N√£o me engana que eu gosto

17/06 - Caminho suave na selva de pedra

10/06 - Sacola não é só problema nosso

03/06 - Se tartarugas marinhas falassem

27/05 - Perdendo o trem da história

20/05 - Consumo colaborativo, no Brasil

13/05 - A farra das embalagens in√ļteis

06/05 - X√ī urubus, fora lix√Ķes!

29/04 - Pedalada descomplicada

22/04 - Nós temos a força

15/04 - Vamos descurtir o carv√£o

08/04 - O que é meu é seu, pode ser?

01/04 - A hora do planeta é agora

25/03 - Reduzir: o melhor dos 3Rs

18/03 - Os abomin√°veis peixes de pl√°stico

11/03 - A tecnologia pode nos salvar?

04/03 - Cuidado com a roupa suja

25/02 - Últimas notícias do lixo

18/02 - O código florestal e você

11/02 - Isto não é vida!

04/02 - Longa vida à caixinha de leite

28/01 - A l√Ęmpada m√°gica

21/01 - Um origami, uma sacola a menos

14/01 - Alguma coisa est√° fora da ordem

07/01 - Para onde vai o lixo em 2011

17/12 - Presenteie com Mata Atl√Ęntica

10/12 - Leve sua PET para reciclar

03/12 - Os tempos mudaram, ainda bem

26/11 - Que tal uma carona?

19/11 - Bons sinais de mudança no ar

12/11 - Jardins suspensos da paulicéia

05/11 - Mais sobre as sacolinhas

29/10 - Sess√£o pipoca (sustent√°vel)

22/10 - Sustentabilidade 2.0, a miss√£o

15/10 - √Āgua virtual, economia real

08/10 - Palmito bom é na palmeira

01/10 - O clima muda, a energia n√£o

24/09 - A assustadora lição de Páscoa

17/09 - Plantando ideias inteligentes

10/09 - Um voto para o ambientalismo

03/09 - E você, é verde de verdade?

27/08 - Pedalando nos humanizaremos

20/08 - Mais sobre a √°gua da torneira

13/08 - Um brinde à água torneiral

06/08 - Bom destino às fluorescentes

30/07 - Enfim, a era da desconstrução

23/07 - No ciclo do pneu nada se perde

16/07 - Tudo pode (e deve) se transformar

09/07 - No tom da madeira certificada

02/07 - Bem-vindos vira-latas

25/06 - O selo dos selos ambientais

18/06 - Viajar de bem com a vida

11/06 - Libertando-se do óleo

04/06 - Bom senso e a m√£e moderna

30/05 - Em busca da corrente do bem

21/05 - Cidadania, tijolo por tijolo

14/05 - Sem apagão na consciência

07/05 - Sacolas descart√°veis e o lixo

30/04 - Desperdício, mal desnecessário

23/04 - O meio ambiente e o drag√£o de borracha

16/04 - Como remover a montanha eletr√īnica

09/04 - √Āgua cai do c√©u, mas n√£o est√° sobrando

Receba as noticías mais recentes

assine RSS Sustent√°vel na Pr√°tica