BLOGS |Sustentável na Prática

App contra o trabalho escravo Afonso Capelas Jr. - 20/12/2013 às 15:13

ESCRAVO_RB_OK_3_7

Claro que muita gente vai comprar roupas nesse final de ano, para usar nas festas ou presentear. Para essas pessoas, a organização não governamental Repórter Brasil acaba de lançar um aplicativo para smartphones e tablets chamado Moda Livre.

Gratuito e disponível para os sistemas operacionais iOS e Android, o aplicativo mostra como as principais marcas de roupas lidam com as questões do trabalho escravo no país em suas cadeias de produção. Assim, o consumidor pode saber quais marcas respeitam os direitos humanos e quais delas jogam sujo com os trabalhadores. E fazer sua melhor opção no momento da compra.

Nessa primeira versão o aplicativo apresenta 22 grandes grifes do mercado, do popular ao mais sofisticado. Para concluir as análises a Repórter Brasil – referência nacional no combate ao trabalho escravo em todo o país – investigou varejistas e empresas que já foram flagradas pela fiscalização do Ministério do Trabalho e Emprego. Todos foram convidados a responder um questionário com base em quatro indicadores: políticas, monitoramento, transparência e histórico.

Conforme as respostas, as grifes foram classificadas em três níveis de avaliação:

Melhor avaliação: empresas que mostram ter mecanismos de acompanhamento sobre sua cadeia produtiva e têm histórico favorável em relação ao tema;

Avaliação intermediária: empresas que demonstram ter mecanismos de acompanhamento, mas têm histórico desfavorável em casos de trabalho escravo e/ou precisam melhorar esses mecanismos;

Pior avaliação: empresas que não têm quaisquer mecanismos de acompanhamento e com histórico desfavorável ao tema, ou nem sequer responderam ao questionário proposto pela ONG.

Os resultados não são nada animadores. Apenas uma empresa varejista de roupas se enquadra na categoria de melhor avaliação. Nada menos que 14 delas estão no último nível.

Além dessas avaliações, o Moda Livre traz também reportagens notícias atualizadas sobre o desrespeito ao trabalho digno no setor de vestuário, detalhes sobre a metodologia aplicada para classificar as empresas e um texto explicando o que é trabalho escravo. Ele é mais comum do que se imagina, com homens e mulheres que chegam a trabalhar 16 horas por dia, dormem na oficina e recebem salários irrisórios.

Baixe o Moda Livre na Apple Store ou no Google Play Store. Depois, prefira gastar seu dinheiro com roupas limpas.

Leia também

Cuidado com a roupa suja

Imagem – Jovem cuida do filho enquanto trabalha em uma oficina de costura. Repórter Brasil

ver este postcomente
Comentários

20/12/2013 às 19:24 Leonardo Costa - diz:

Poderiam ter disponibilizado o link direto para as lojas virtuais (Play Store e Apple S.)

21/12/2013 às 09:31 Norma Lucia Lippel - diz:

como faço para ter acesso a lista das marcas?
abraços

Deixe aqui seu comentário: Preencha os campos abaixo para comentar, solicitar ou acrescentar informações. Participe!

Enviar

Sustentável na Prática

AFONSO CAPELAS JR

é paulistano, jornalista e produz textos sobre meio ambiente, turismo ecológico e sustentabilidade desde que saiu da faculdade (ou seja, faz tempo). Colabora com a revista National Geographic e o site do Planeta Sustentável. Neste blog – atualizado às terças e sextas - debate com os leitores ideias sobre o que podemos fazer pela sustentabilidade em nosso dia-a-dia. Sem dor, sem chatice, sem imposição, mas com a consciência de que não vivemos mais a era do desperdício. Afinal, está na hora de enfrentarmos o século 21. Você tem dúvidas sobre como ser sustentável na prática? Então, pergunte para o Afonso! As mais relevantes serão respondidas aqui no blog. Seu e-mail é pergunteaoafonso@gmail.com

Clique e faça o download

Revista do clima Material de etiqueta

Posts anteriores

Receba as noticías mais recentes

assine RSS Sustentável na Prática