BLOGS |Planeta Urgente

Estudo avalia a poluição dos aviões José Eduardo Mendonça - 13/10/2010 às 09:17


Poluição causaria mais mortes que acidentes

Os céus andam turbulentos para as empresas aéreas. Um novo estudo diz que a poluição de aviões causa mais fatalidades que os acidentes. O estudo afirma que a exposição a poluentes tóxicos emitidos por aviões é a causa principal.

A pesquisa diz que desastres de avião custam mil mortes por ano, mas que as emissões respondem indiretamente um número muito superior de mortes prematuras a cada ano. E não se trata apenas da exposição a poluentes quando os aviões decolam ou aterrissam.

O chefe do estudo, Steven Barrett, engenheiro aeronáutico do Massachusetts Institute of Technology, em Cambridge, diz: "Descobrimos que emissões não reguladas acima de mil metros foram responsáveis pela maioria das mortes."

A causa e efeito são semelhantes à poluição de escapamentos de veículos. Pequenas partículas de dióxido de enxofre e óxido de nitrogênio entram em nossos pulmões e na corrente sanguínea, causando danos irreparáveis. Câncer de pulmão e doenças cardiovasculares e respiratórias são as principais doenças.

A pesquisa rastreou a poluição do ar de aviões em altas altitudes correlacionando dados de rotas de vôo, a quantidade média de combustível queimado durante os vôos, as emissões estimadas e colocou tudo em um complexo sistema de computador. O computador modelou as rotas de vôo e, consequentemente, como os poluentes provavelmente se movimentam, onde eles mais provavelmente chegam ao solo, e onde as pessoas os respiram.

O estudo calculou que cerca de 8 mil mortes ocorrem por ano da poluição de aviões que voam a mais de 10 quilômetros de altura, e duas mil como resultado da poluição durante decolagens e aterrissagens, informa o About My Planet. O trabalho foi publicado pela National Geographic.

Foto: Antonio Milena

ver este postcomente
Comentários

26/03/2011 às 18:17 Anônimo - diz:

Luiza – diz:Muito ingraçado

07/06/2011 às 21:08 Anônimo - diz:

Larissa Nagashima – diz:por favor, gostaria muito de me aprofundar neste assunto, há alguma outra publicação do Sr. Steven Barrett que alguem possa enviar ? agradeço.

07/06/2011 às 21:11 Anônimo - diz:

Larissa Nagashima – diz:Larissa Nagashima – diz:por favor, gostaria muito de me aprofundar neste assunto, há alguma outra publicação do Sr. Steven Barrett que alguem possa enviar.poluição de aviões. agradeço.

27/06/2011 às 16:09 Anônimo - diz:

marcelo – diz:Olá!Tenho uma dúvida e não consegui outra forma de entrar em contato com vocês pelo site. Peço que encaminhe para o setor responsável caso não consiga solucioná-la. Recentemente, ando observando muitos aviões lançando uma fumaça branca quer perdura horas (chega a formar nuvens) em todo lugar do Brasil que eu visito. Não é vapor de água tradicional. Eles rasgam o céu o dia todo, independente do lugar, e lançam a fumaça várias vezes e em várias alturas. Voltam e começam novamente, como se estivessem pulverizando algo. Já me disseram que são chemtrails. Gostaria de alguma informação a respeito sobre a composição da névoa e seus efeitos no ambiente. Agradeço a atenção e aguardo resposta.

Planeta Urgente

JOSÉ EDUARDO MENDONÇA

produziu uma série de reportagens pioneiras para o Jornal da Tarde sobre fontes alternativas de energia e, logo depois, indo morar em Londres, tomou contato com o movimento do que se chamava à época conservacionismo - o que se tornou mais tarde ambientalismo. Neste blog, rastreia ações, políticas e o multifacetado pensamento sobre a questão socioambiental pelo mundo. As opiniões expressas nos veículos citados não são de responsabilidade do Planeta Sustentável, embora a divergência entre elas contribua com a dinâmica do debate.

Clique e faça o download

Revista do clima Material de etiqueta

Posts anteriores

Receba as noticías mais recentes

assine RSS Planeta Urgente

Arquivos de posts