BLOGS |Parceiros do Planeta

Arquitetos de um Mundo Melhor Suzana Camargo - 23/10/2013 às 14:45

arquitetos pacto global

A cada seis segundos uma criança morre de fome no mundo. Enquanto isso, 30% dos  alimentos produzidos globalmente vai parar no lixo. Esses mesmos alimentos, que não foram consumidos por ninguém, são responsáveis por 10% do CO2 emitido para a atmosfera. E todo esse desperdício de comida faz com que se percam trilhões de dólares todos anos.

É fácil constatar que há algo muito errado com o modelo de desenvolvimento atual. “Somos muito burros”, declarou Peter Bakker, presidente do World Business Council for Sustainable Development (WBSCD). O executivo foi um dos palestrantes que participou do lançamento no Brasil da plataforma Arquitetos de um Mundo Melhor – Construção da Arquitetura do Engajamento Empresarial pós-2015, apresentada mundialmente no final de setembro, em Nova York, durante a Cúpula de Líderes do Pacto Global da ONU. O pacto é uma coalizão internacional que reúne empresas engajadas e comprometidas com o desenvolvimento sustentável. Só no Brasil já são mais de 500 companhias signatárias da carta-compromisso elaborada pelo setor empresarial.

PDF do documento da plataforma está disponível no site da Rede Brasileira do Pacto Global.

Ação, colaboração e coinvestimento são as palavras-chaves que definem a plataforma criada pelo Pacto Global. Ela traça como prioridades para o desenvolvimento sustentável, o crescimento inclusivo, a equidade social e progresso e a proteção ambiental. Para atingir esse objetivo comum, empresas devem trabalhar com transparência e responsabilidade e, principalmente, em parcerias. “Precisamos falar do mesmo assunto juntos e criar uma sinergia entre todos”, afirmou Marina Grossi, presidente do Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS), um dos parceiros do Pacto Global no Brasil. Para ela, ainda são necessárias escala e velocidade para implementar os Objetivos do Desenvolvimento do Milênio, concebidos pelas Nações Unidas.

Já existem grandes projetos liderados pelo mundo corporativo, provocando enormes mudanças. Mas alguns questões cruciais ainda não foram resolvidas. Apesar da pobreza estar diminuindo, a desigualdade continua crescendo. E as mudanças climáticas pairam sobre o planeta como uma grande nuvem de más notícias. Jorge Soto, presidente da Rede Brasileira do Pacto Global, ainda enxerga pouco impacto gerado por aquilo que as empresas estão fazendo. Ele acredita que o engajamento internacional pode fortalecer essas ações, de forma que exista uma agenda coordenada a longo prazo, com metas estabelecidas pelo setor empresarial e a sociedade. “A sustentabilidade deve estar no foco dos negócios”, disse Soto.

“Como podemos remodelar nosso desenvolvimento? Esse é um desafio inevitável e a mudança não será possível sem as empresas”, atestou Ernst Ligteringen, presidente do Global Reporting Initiative (GR). “As empresas estão em todo lugar e é impossível administrar uma empresa sem pessoas e sem recursos naturais”.

A plataforma desenvolvida pelo Pacto Global está baseada numa visão holística de desenvolvimento e na criação de valores de longo prazo para a sociedade. “Empresas não conseguem ser bem sucedidas em sociedades falidas”, afirmou Peter Bakker. Para atingir os objetivos propostos pela Arquitetura de um Mundo Melhor, o presidente do WBSCD diz que os líderes empresariais precisam ter mais coragem, criatividade e uma agenda bem definida e clara.

“Esse é um problema grande demais para ser resolvido somente pelos governos”, declarou Jorge Chediek, coordenador-residente no Brasil do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). A arquitetura criada pelo Pacto Global pode ser complexa porque nossa realidade é complexa. Só o engajamento global, com o comprometimento de todos, inclusive do setor privado, poderá colocar o planeta no rumo de um desenvolvimento sustentável e igualitário para todos.

Leia também:
As empresas como protagonistas da agenda sustentável
O Pacto Global e a economia colaborativa

ver este postcomente
Comentários

Não há nenhum comentário. Seja o primeiro!

Deixe aqui seu comentário: Preencha os campos abaixo para comentar, solicitar ou acrescentar informações. Participe!

Enviar

Parceiros do Planeta

Desde o lançamento pela Editora Abril, em 2007, o movimento Planeta Sustentável vem sendo guiado por vetores importantes como união e determinação. Parceiros importantes fizeram e continuam fazendo parte da nossa jornada por um mundo mais sustentável. Com este blog, queremos valorizar e dar ainda maior visibilidade a eles – divulgando seus trabalhos, ações, atividades e o que pensam. Um planeta sustentável depende da convivência harmônica entre o homem e o meio ambiente. E ele só será viável e deixará de ser um sonho utópico quando a humanidade se unir em prol de uma causa maior. Ele é atualizado pela jornalista Suzana Camargo, com coordenação de Mônica Nunes.

Clique e faça o download

Revista do clima Material de etiqueta

Posts anteriores

Receba as noticías mais recentes

assine RSS Parceiros do Planeta

Arquivos de posts