BLOGS |Blog da Redação

Saudita instala geladeira na rua para incentivar doação de alimentos Marina Maciel - 19/05/2014 às 09:30

saudita-instala-geladeira-combate-fome

Você sabia que um terço de toda a comida que é produzida no mundo vai parar no lixo? No Oriente Médio, um homem encontrou uma solução simples e colaborativa para ajudar a reduzir a fome e o desperdício de alimentos no próprio bairro.

Ele instalou uma geladeira em frente à casa onde mora, na cidade de Ha’il, na Arábia Saudita, e convidou os vizinhos a doarem comida excedente, abastecendo o eletrodoméstico. Inspirador, não?

Segundo o saudita, que preferiu permanecer anônimo, além de facilitar a doação, a atitude vai poupar pessoas necessitadas da vergonha e da dificuldade de pedir comida.

Enquanto 842 milhões de pessoas passam fome no mundo, cada indivíduo desperdiça, anualmente, 280 quilos de alimentos. A estimativa foi divulgada pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) em abril.

Infelizmente, a iniciativa solidária do saudita dificilmente seria colocada em prática no Brasil. Isso porque existem alguns obstáculos, como uma lei que confere responsabilidade civil e criminal por dano ou morte àquele que contribui com alimentos e cobrança de impostos sobre os produtos doados por indústrias.

Leia também:
América Latina pode se tornar próximo celeiro global
Superplantas podem combater a fome durante a seca
O que famílias de diferentes países comem em uma semana
Como e por que evitar o desperdício

Foto: Mezmez

ver este postcomente
Comentários

25/05/2014 às 11:19 Ivana Garcia - diz:

Bela iniciativa, mas para garantir a integridade do produto, podia fazer uma parceria com os deliverys dos postos de gasolina para instalação dos freezeres e também acrescentar microondas.

25/05/2014 às 14:54 Izabel - diz:

Não é para criticar,mas se fosse no Brasil a geladeira seria a primeira a ser levada.Mas não deixa de ser uma idéia boa,principalmente p donos de restaurantes que descartam toda a comida porque não podem doar.

28/05/2014 às 20:40 Clarice Fonseca - diz:

Eu gostaria muito de fazer isso ,a comida que sobra de nossa mesa não haveria ninguém passando fome!!!

28/05/2014 às 22:45 Gisele - diz:

O problema não é o Brasil, não é as pessoas que iriam roubar a geladeira ou vandalizar!!!
É muito fácil falar “SE FOSSE NO BRASIL…”, difícil é por a mão na massa e tentar fazer algo de bom pra ajudar as pessoas.

29/05/2014 às 02:35 Carmen Lima - diz:

A ideia é maravilhosa; é pena que comecem a surgir tantos empecilhos. Quantos irmãos nossos poderiam se alimentar ao menos, uma vez por dia. assiduamente.
Tenho certeza que muitos brasileiros iriam partir, com entusiasmo, para a doação.
E seria uma alegria incomensurável ver a fome perder terreno, não acham?

29/05/2014 às 08:23 maria eugenia cordero - diz:

Este é uma mensagem para Ivana, gostamos muito de tua ideia de da parceria dos deliverys dos postos de gasolina. achei uma ótima ideia, e gostaria de ver a possibilidade de fazer um grupo de pessoas que consigamos levar adiante esse projeto. se se interessar podemos nos buscar pela rede.

29/05/2014 às 16:05 Barbara - diz:

Aqui iriam roubar a geladeira…

29/05/2014 às 18:04 VERA LUCIA - diz:

ISSO SE CHAMA, SER EVOLUIDO, ELE FEZ, NÃO SE IMPORTOU COM OS COMENTARIOS, SIMPLESMENTE FEZ.!!!!

29/05/2014 às 22:48 sofia bastos - diz:

um bom e belo exemplo a ser seguido,parabéns a esse Saudita!!!!!!!!!

30/05/2014 às 07:52 Margareth - diz:

Concordo com a Luana, e penso que se fosse levado a frente, essa lei poderia ter alguma emenda, e principalmente, de ter que pagar impostos por doação de alimentos (não sabia desse absurdo). Por isso que as coisas aqui acabam não funcionando, ne.

30/05/2014 às 12:25 Edinelson - diz:

Gisele… infelizmente o problema é o Brasil SIM, mais precisamente o povo brasileiros, metido a malandro, que gosta de passar a perna em quem puder e que ama não assumir sua responsabilidade. Descobrem “gatonet” o cara diz “eu não sabia” bem no estilo Lula de pouca vergonha!!! – Excelente iniciativa e ideia da parceria com microondas foi melhor ainda… mas Brasil, já sabe!!! – Preciso orar mais pela minha nação, mas não posso esconder que temos sérios problemas culturais de desvio de conduta, de moral e responsabilidade.

30/05/2014 às 15:51 silvia - diz:

“Se fosse no Brasil a geladeira seria roubada.” Porque a Arábia Saudita é tipo a Suécia, né?

30/05/2014 às 17:27 Jeane - diz:

Gente, estão esquecendo uma coisa: estabelecimentos de alimentos não podem doar comida, pois se alguém passar mal, o dono do comércio pode ser processado e até perder seu negócio pagando indenizações. Daí não é difícil imaginar o que vai acontecer com nós meros bem intencionados. Com certeza a iniciativa é ótima, mas tem os entraves da vida e quem quer fazer o bem, de alguma forma acaba sendo prejudicado.

30/05/2014 às 22:06 ITA FLORES - diz:

BELO ATO D SOLIDARIEDADE

31/05/2014 às 00:32 Gustavo - diz:

Para funcionar com segurança, deveriam incluir um dispositivo na máquina para verificar o nível de contaminação de cada alimento depositado. Os impróprios para consumo seriam descartados.

31/05/2014 às 08:26 Fatima F>P - diz:

Com essa iniciativa maravilhosa, como negar pessoal.Hoje em dia o desperdício está cada vez maior,pois muitas pessoas enchem seus carrinhos de supermercado e saem pra comer em restaurantes ! Que incoeerencia ,poxa vida !AS cascas das frutas são ótimos sucos ,doces e muitas outras coisas ,até alguns remédios.Precisamo transformar ,como muito antigamente já foi dito , No Universo NADA SE PERDE TUDO SE TRANSFORMA ,.Parabéns amigo da Saudita ,por sua iniciativa ,que tem um peso muito mais profundo ..CONSCIENTIZAÇÃO<SOLIDARIEDADE< ATENÇÃO E PAZ E AMOR E muita LUZ pra todos,é o que desejo de todo meu coração.

31/05/2014 às 08:33 Fatima F>P - diz:

Que iniciativa brilhante e enriquecedora,para quem nem tá nem ai.Vamos acordar para esse gesto,que por tras dele existe um pensamento maravilhoso ,tenho certeza ,.O Planeta precisa acordar para podermos nos transformar em seres melhores,mais HUMANOS de verdade.Olha só ,a maioria das pessoas vão à supermercado e enchem seus carrinhos com muita comida e no final das contas passam a semana comendo em RESTAURANTES ,pra que fizeram feiras então ? Tem muita gente necessitando de um pouquinho de cada dia ,para poder VIVER mais um dia a sua LUTA pessoal ,necessária para seu crescimento EVOLUTIVO.Parabéns amigo por sua iniciativa .Deus te ilumine sempre e que nunca mais falte seu alimento necessário ou para quem vc possa ajudar com essa iniciativa linda . Já ouvimos muito falar nesse lema ,NADA SE PERDE NA NATUREZA ,TUDO SE TRANSFORMA ,vamos fazer VALER .PAZ E LUZ para todos.

31/05/2014 às 10:24 Daniel - diz:

Tenho vergonha desse meu pais onde só se tem mercenários,
Governo só pensa no próprio bolso e não no povo.
Eu apoio totalmente essa atitude.
Não precisaria desta atitude bondosa ,se nós tivesse um governo digno
,más só tem safado pilantra,cara de pau ,que só serve pra roubar do povo,enquanto muitos estão passando fome,outros morrem.
Onde vamos parar?

#Toma vergonha na cara Governantes do Brasil

31/05/2014 às 15:04 Carlos - diz:

Só tem uma saída: escreve na geladeira :
“Lixo Conservado.( material para descarte publico).
Obs. Limpeza e reciclagem por voluntários é bem-vinda.”
Afinal, catar lixo pode, ninguém está proibido de reciclar o lixo das lixeiras, ou está?
Temos q dribrar as proprias leis q fazem pra nos proteger? ,….Que país é este?

01/06/2014 às 01:49 Sergio - diz:

Fiquei tocado pelo exemplo. Acho que a discussão sobre se roubariam ou não a geladeira não é o ponto chave amigos, creio que da alma do exemplo em tela poderia surgir reflexões sobre como tratar o desperdício em detrimento da fome. Lembro por ex. do trabalho do SESC, do mesa SP e das entidades espíritas que fazem o sopão nas ruas… ou seja dá pra fazer algo!!! Pegamos o exemplo e praticamos a criatividade sabendo das dificuldades.Como diria Fernando Pessoa: “Pedras no caminho: Guardo todas, um dia vou construir um castelo”

01/06/2014 às 07:23 Irisneide - diz:

Para mudar uma dura realidade, às vezes, é preciso transgredir, todos os empecilhos juntos ainda são menores que a fome de muitas pessoas, vamos pensar por exemplo em algumas regiões da África… Há muita fome também de solidariedade, fraternidade, benevolência…

01/06/2014 às 09:23 Vinolia Guimarães - diz:

Acho que deveríamos copiar e aplicar aqui no Brasil,aí sim estaremos construído um mudo solidário!!!!!!!!

01/06/2014 às 09:43 luciene - diz:

concordo com a Luana, mas o problema q muitas pessoas prefere jogar fora no lixo do que ajudar pessoas q esta passando fome,ai vai tudo para o lixo,e quantas pessoas nao varia de tudo pelo um prato de comida,,,mas vai entender e nosso brasil…

01/06/2014 às 10:55 Brazilia - diz:

Por que será que logo de cara as pessoas acham que a geladeira seria roubada… Será? Além do mais, poderiam haver outros tipos de iniciativa como por exemplo, levar os alimentos para um local onde ela pudesse ser consumida, um salão de igreja, um centro de convivência, etc…

01/06/2014 às 21:59 Wolnei Cesar - diz:

Ação popular e inteligente.

01/06/2014 às 22:43 Daniel Corti - diz:

Puta velho! Até pra doar temos que pagar impostos?!

02/06/2014 às 00:26 Vladimir - diz:

No Brasil roubariam a geladeira.

02/06/2014 às 10:10 Yasmin Maria - diz:

Acho a iniciativa incrivel! existe mt desperdicio e muita gente com fome… mas duvido muito que mesmo que nao houvesse esta lei, isto nao funcionaria no Brasil, nao no estado em que ele esta hoje…
Ou a geladeira seria roubada ou depredada em algum momento.
Lamentavel a Situação do Pais.

02/06/2014 às 13:01 silvana - diz:

Aqui no Brasil o freezer ou geladeira, seria roubado em menos de 15 minutos.

03/06/2014 às 15:29 sandra mara - diz:

Infelizmente no Brasil, o excesso de Lei atrapalha, porque se você doar ou der um alimento, até mesmo na porta da sua casa, e esse individuo passar por vários motivos, e ele falar que comeu o que deu, você responde processo e ainda tem que arcar com o tratamento e pedir a Deus que o cidadão não morra senão você ta lascado..
por isso existe tanto desperdício nesse País.

03/06/2014 às 17:04 zuzu - diz:

Se alguém tiver ideia de fazer isso, para ajudar os mais necessitados vamos por a mão na massa e tirar do papel, existem gente do bem aqui tirando os colarinhos bcos.

03/06/2014 às 17:34 Joao P. - diz:

Nao irá acontecer no brasil pelo simples fato..
” Se voce alimenta alguém , voce e responsavel por ela ”
Para muitos que nao sabem , por esse motivo os donos de restaurantes jogam tanta comida fora !

04/06/2014 às 15:04 Angelo Prestes - diz:

por que sera que esses basileiros roubam e furtam…..e no mundo arabe tem tanto ladrões quanto aqui………vejo que e uma questão de valores ae……..ou falta deles que parecem estar invertidos nesse mundo do capetalista do cada um por si……

04/06/2014 às 15:44 Luis - diz:

Há muito tempo a extinta Varig, doava a comida que não era consumida nós aviões, e alimentava muita gente, quando um dia um indivíduo faleceu e sua família processou a Varig que perdeu uma ação milionária, enfim, antes mesmo da lei, ela parou de ajudar a contragosto, pela lei da vantagem de nosso Pais.

05/06/2014 às 15:10 Ana Paula - diz:

Maravilhosa iniciativa!
No Brasil… a Anvisa sempre “contribuindo” !

06/06/2014 às 02:08 washington - diz:

Gente concordo que a realidade em outro pais é diferente do nosso.-
Alguns abastardos, mesmo dentro da CAPITAL-SP, não conhecem o serviço ” BOM PRATO “, pena que é só o CAFÉ DA MANHÃ – R$0,50 e o ALMOÇO – R$1,00, não tem JANTAR. Idoso tem preferência.
AÇÕES SOCIAIS :- saem de madrugada, fornecendo quentinha e sopas para pessoas nas ruas(particularidade existem vagabundos no meio), NÃO COBRAM NADA.
Se querem atitudes, sem envolvimento direto, liguem para as ações sociais, que serão bem aproveitadas e/ou se tiverem tempo façam um grupo, cotizem-se com alimentos/preparo/transporte/distribuição, informo que é um trabalho duro, mas gratificante.
(Fez a compra do mês e a sobra do mês passado poderá se perder na validade na dispensa DOE, deixe com o ZELADOR, para ser coletada e será 1 EXEMPLO para os demais, formando 1 corrente).
Se acharem demais, cobrem do governo estadual e prefeituras municipais, seguirem o projeto do BOM PRATO de São Paulo, comida FRESCA, BEM PREPARADA, INSTALAÇÕES MELHORES QUE BARES E LANCHONETES, SAUDÁVEL e QUENTE.
SUGESTÃO para quem tem 1 imóvel parado, OFEREÇA para instalação de 1 NOVO SERVIÇO. Melhor que ficar quebrando a cabeça como FAZ ou COMO AJUDAR.
Suas sobras, sejamos cordatos, não vão ajudar o volume a ser atendido e para vocês o volume dispensado é prejuízo só no seus bolsos, que podem controlar no preparo.
Para quem não viu isso ainda, procure, exija e se mexa; de valor ao que já existe.-

07/06/2014 às 02:03 Notícias Naturais - diz:

O governo poderia montar postos, onde teria um funcionário que receberia, examinará, guardaria e distribuiria para quem estivesse em necessidade. Mas é claro que é melhor gastar bilhões em estádios e vacina vacinas inúteis e perigosas como a HPV, do que gastar em algo que realmente ajude o povo.

Abs

08/06/2014 às 09:52 Alexandre - diz:

Muito bacana, mesmo sabendo de todos os entraves políticos e judiciários, onde hoje existe uma fábrica de processos, com boa vontade e com iniciativas de valor e amor ao próximo, um povo criativo e com vontade de fazer o bem com certeza arruma uma forma de fazer um projeto parecido com esse! Parabéns ao saudita!

17/06/2014 às 15:34 Tiara - diz:

Gostei muito da iniciativa,mas infelizmente como já disseram em um comentário a geladeira seria a 1ª a ser levada.E penso também que estaríamos ajudando os políticos a colocar mais dinheiro no bolso.Difícil né?

02/07/2014 às 12:35 lasalete piedade - diz:

aqui em Portugal, já é hábito doar o que nos sobra… dirijo uma instituição O Coração da Cidade, que recebe alimentos confecionados ou por confecionar e distribui por dia 2, 5 toneladas ou seja 2500 kg porque tem que ajudar mais de 2300 pessoas que precisam de ajuda..
tudo o que sobra dos eventos que se faz para quem pode pagar, no fim não pode ser deitado fora…
admira-me que um pais tão solidário como o Brasil não permita essa recolha…
nós estamos todo o dia a recolher para poder distribuir…

04/07/2014 às 15:25 Penha - diz:

Gostei da idéia e faria o mesmo se eu tivesse uma casa no Brasil, agora uma ótima idéia foi a que uma pessoa ai colocou, que poderia cada posto de gasolina colocar uma geladeira e a população colocaria a comida, sobre os maldosos q poderiam colocar veneno ai já e difícil controlar….. Na verdade a idéia e brilhante e esse saudita esta de parabéns, mais a nível de brasil teria muita coisa a ser melhorada…..

16/07/2014 às 14:19 MARIA DO DESTERRO - diz:

Maria Do Desterro NOOOSSAAAA! JÁ PESSOU SE ESTA MODA = HUMANIDADE PEGA HEIN! JESUUUS, COMO MUDARIA O MUNDO TODO HEIN!

O PROBLEMA É QUE AQUI NO BRASIL UMA BOA PARTE DOS BRASILEIROS NÃO TEM EDUCAÇÃO E NEM HUMANIDADE, CULTURA PARA TAIS AÇÕES COMO ESTA VIU! É TRISTE MAS É A REALIDADE BRASILEIRA VIU!

06/09/2014 às 10:55 Helena - diz:

Sensacional a ideia desse senhor. Como seria bom se cada um de nós fizéssemos o mesmo. Concordam? Apenas uma geladeira… meu Deus porque aqui no Brasil nada da certo? Não acredito que as geladeiras seriam roubadas. Gente amiga, sabem o que faltam? É a boa vontade. Falta amor ao próximo. Vejo tanta gente passando fome e “nós jogando comida fora. Eu ajudo na medida do meu possível. Sempre ajudei. Mas acontece, que uma andorinha só não faz verão.

06/11/2015 às 23:30 Corina Ramos - diz:

Vi tantos comentários, aqui, que não acreditavam na possibilidade de que no Brasil possa ser feito algo semelhante. Por que há essa desconfiança sobre os brasileiros pelos próprios brasileiros? Só noticiando: Em agosto e setembro de 2015 a mídia divulgou esta iniciativa replicada por um empresário em Goiania e também no interior de São Paulo, em Taubaté. As geladeiras estão funcionando e ninguem carregou uma para sua casa. Os alimentos são colocado por qualquer pessoa que queira colaborar e qualquer pessoa pode retirar sem problemas o que está disponível na “geladeira solidária”.

Deixe aqui seu comentário: Preencha os campos abaixo para comentar, solicitar ou acrescentar informações. Participe!

Enviar

Blog da Redação

A redação do PLANETA SUSTENTÁVEL é um encontro de pessoas envolvidas com um grande desafio: trabalhar a sustentabilidade como um tema urgente, transversal e inspirador, tradutível em múltiplas linguagens e necessário para os diversos públicos. Aqui, a editora Mônica Nunes, as repórteres Marina Maciel Vanessa Daraya e a jornalista Suzana Camargo (que colabora com o Planeta desde 2009) indicam lugares imperdíveis da web e contam novidades e boas histórias sobre cultura, sociedade, meio ambiente, cidadania, mudanças climáticas, mobilidade, inovação, direitos humanos, economia verde e muito mais.

Mônica NunesEditora/Gerente de Conteúdo

Marina MacielRepórter

Suzana CamargoColaboradora

Vanessa DarayaRepórter

Clique e faça o download

Revista do clima Material de etiqueta

Posts anteriores

Receba as noticías mais recentes

assine RSS Blog da Redação

Arquivos de posts