BLOGS |Blog da Redação

Cadeirante ‘digital’ protege vagas especiais e dá bronca em motoristas Vanessa Daraya - 01/06/2015 às 10:31

Respeitar o próximo é nosso dever mais básico. Mesmo assim, tem muita gente por aí com a cara de pau de estacionar em vagas reservadas para pessoas com necessidades especiais. A falta de cidadania tira do sério qualquer um com bom senso – e a vaga de quem precisa, claro – em qualquer canto do mundo.

Na Rússia, por exemplo, 30% dos motoristas param seus carros irregularmente em vagas exclusivas. A ONG Dislife Russia* e a agência Y&R Moscow decidiram por fim ao desrespeito e organizaram a campanha More than a sign (Mais do que uma sinalização, em tradução livre).

Por lá, um holograma protege as vagas reservadas dos motoristas malandros. Câmeras e sensores avaliam se há nos vidros do carro um adesivo feito para pessoas com deficiência. Se não houver, a tecnologia aciona uma mensagem holográfica. Um cadeirante aparece na frente do carro e diz:

“Pare! O que você está fazendo? Não sou apenas um sinal no chão. Não finja que não existo. Por que você está surpreso? Esta vaga é para pessoas com deficiência. Sim, eu sou real! Por favor, procure outro lugar para estacionar. Eu enfrento muitos desafios todos os dias. O seu único desafio é respeitar os meus direitos”.

O sistema foi criado a partir de um projetor e dispersores de água que formam uma tela bem fina de gotículas de água, visíveis aos olhos humanos apenas em conjunto, como forma de holograma. Câmeras escondidas captaram a reação dos motoristas “espertinhos” em centros comerciais e shoppings de Moscou. A campanha é uma ótima lição de responsabilidade social. Veja, abaixo, o resultado da ação:

A campanha da Dislife surpreende pelo uso da tecnologia. Mas existem outras ações maravilhosas que buscam conscientizar a população sobre o uso de vagas reservadas para pessoas com deficiência.

No Peru, a produtora Cine70 fez a campanha Pedimos respeto, no milagros. Assim que o motorista descia do carro, um grupo aparecia e dizia que havia acontecido um milagre, já que era visível que a pessoa não tinha nenhuma necessidade especial. Assista ao vídeo:

Já aqui no Brasil, foi em Curitiba (Paraná) onde nasceu a campanha que bombou nas redes sociais, ganhou adeptos e defensores em todo país. O movimento Esta vaga não é sua nem por um minuto*, da agência TheGetz* em parceria com a cadeirante e empresária Mirella Prosdócimo, colocou cadeiras de rodas em vagas normais e registrou a reação dos motoristas que se deparavam com essa surpresa quando queriam estacionar. Afinal, é ruim ver a sua vaga ocupada por quem não deveria, não é?

*Dislife Russia 
*Esta vaga não é sua nem por um minuto 
*TheGetz 

LEIA TAMBÉM
O deficiente visual brasileiro no mundo da programação do Google
Primeiro parque para crianças deficientes de São Paulo é inaugurado
Os desafios da inclusão de deficientes intelectuais
O teste da cara-de-pau

ver este postcomente

Blog da Redação

A redação do PLANETA SUSTENTÁVEL é um encontro de pessoas envolvidas com um grande desafio: trabalhar a sustentabilidade como um tema urgente, transversal e inspirador, tradutível em múltiplas linguagens e necessário para os diversos públicos. Aqui, a editora Mônica Nunes, as repórteres Marina Maciel Vanessa Daraya e a jornalista Suzana Camargo (que colabora com o Planeta desde 2009) indicam lugares imperdíveis da web e contam novidades e boas histórias sobre cultura, sociedade, meio ambiente, cidadania, mudanças climáticas, mobilidade, inovação, direitos humanos, economia verde e muito mais.

Mônica NunesEditora/Gerente de Conteúdo

Marina MacielRepórter

Suzana CamargoColaboradora

Vanessa DarayaRepórter

Clique e faça o download

Revista do clima Material de etiqueta

Posts anteriores

Receba as noticías mais recentes

assine RSS Blog da Redação

Arquivos de posts