BLOGS |Blog da Redação

Maude Barlow, especialista em água, visita a Praça Victor Civita Planeta Sustentável - 31/08/2009 às 16:34


Com um sorriso bastante simpático, Maude Barlow, chefe do Council of Canadians – a maior organização canadense de militância pública – e fundadora do Blue Planet Project, passeou, na manhã de hoje, pela Praça Victor Civita. O espaço está instalado num terreno onde, por 40 anos, foram processadas toneladas de lixo e, desde 2008, se transformou em uma área pública sustentável que oferece eventos gratuitos, por meio de um termo de cooperação firmado entre a Editora Abril e a Prefeitura de São Paulo.

Maude veio ao Brasil para divulgar seu best-seller “Água, o pacto azul”, lançado mundialmente em 2007, e também, segundo a autora, para fazer alguns alertas aos brasileiros. “As pessoas não sabem a velocidade com que estão acabando com a água do planeta e é meu papel dizer isso a elas”, declarou. Seu livro anterior, “Ouro azul”, sobre o mesmo tema, foi traduzido em 16 idiomas e comercializado em 50 países.

A expert disse que a situação brasileira é semelhante à do Canadá, por serem países abundantes em água, por isso, pouco preocupados em preservar. “A primeira coisa que temos de pensar é sobre a nossa responsabilidade em proteger essa água e ter consciência de que temos pouquíssima água doce disponível no mundo”.

Mas Maude não quer ser vista como pessimista. Tanto que já está planejando seu próximo livro, uma coletânea dos melhores exemplos práticos pelo mundo sobre o bom uso de recursos. A Praça Victor Civita deve ser um deles. “Não vou falar só sobre o que estamos fazendo de errado, mas do que estamos fazendo de bom. Gostaria de falar sobre essa praça. Amei”.

*Blue Planet Project
*Council of Canadians
*Praça Victor Civita
 

*Foto: Francisco Passarelli

ver este postcomente

TIC TAC: é hora de agir pelo clima Thays Prado - 28/08/2009 às 13:27

Esse é o slogan da campanha mundial que será lançada neste sábado, 29 de agosto, em 10 capitais brasileiras. A data é propícia: estaremos a 100 dias da 15ª COP – Conferência das Partes, da ONU, que vai acontecer em Copenhague, Dinamarca, onde os países definirão quais as obrigações de cada um para conter o aquecimento global.

A Campanha Global de Ações pelo Clima-Brasil, mais conhecida como Campanha TicTacTicTac, reivindica que esse encontro internacional estabeleça um acordo ambicioso e eficiente de redução de emissões de carbono. Pessoas, ONGs, sindicatos e grupos religiosos já aderiram à causa, participando de um abaixo-assinado (assine você também) que pressiona os governos a fazerem uma negociação em Copenhague que seja boa para o planeta e a humanidade.

A expectativa da campanha é de que:
- o acordo garanta que a temperatura não suba mais do que 2ºC e que as emissões globais de gases de efeito estufa comecem a diminuir antes de 2020;
- os países desenvolvidos reduzam suas emissões em pelo menos 45% em relação aos níveis de 1990, até 2020;
- os objetivos estabelecidos para os países em desenvolvimento sejam mensuráveis, verificáveis e reportáveis;
- sejam pensados mecanismos que garantam ajuda dos países ricos aos países em desenvolvimento para a estabilização e redução de suas emissões, bem como para a adaptação às consequências inevitáveis das mudanças climáticas;
- seja aprovada a criação de mecanismos de REDD – Redução de Emissões para o Desmatamento e Degradação Florestal a curto prazo e
- haja transformações econômicas e o fortalecimento da democracia, levando-se em conta a sustentabilidade, a dignidade humana e a integridade dos processos ecológicos.

Todas as assinaturas vão para um único banco de dados mundial. Espera-se que haja cerca de 6 milhões até o dia 7 de dezembro, quando começa a COP. Relógios de três metros de altura, movidos a energia solar, serão espalhados a partir de amanhã nas 10 capitais brasileiras para fazer a contagem regressiva até a data.

Outras duas manifestações de rua estão previstas para movimentar a campanha e chamar a atenção das pessoas. Uma será no dia 21 de setembro, véspera do Dia Mundial sem Carro, e a outra no dia 24 de outubro, com o tema Hora de pensar bem e agir rápido.

Veja os locais onde a campanha será lançada amanhã no site Tictactictac.

ver este postcomente

Torne-se um voluntário Planeta Sustentável - 28/08/2009 às 11:12


Quantas vezes você quis fazer alguma coisa em benefício social, mas nunca soube exatamente o que? Ou até tinha uma causa específica que queria muito abraçar, mas deixou para depois por não saber exatamente por onde começar?

Aproveite o Dia Nacional do Voluntariado, comemorado no dia 28 de agosto desde 1985, para mudar essa história e fazer alguma coisa de fato! O CVSP – Centro de Voluntariado de São Paulo e o Portal do Voluntário têm boas dicas para quem está cheio de boa vontade e tem milhares de dúvidas.

As opções são muitas para quem quer ser voluntário. Dá para:
- ter uma ideia bacana e agir individualmente;
- participar de campanhas já existentes;
- apoiar iniciativas na própria comunidade;
- trabalhar em organizações sociais;
- colaborar com iniciativas públicas ou
- entrar para uma associação escolar.

Comece definindo uma causa que faça sentido para você e procure uma organização social, de preferência perto da sua casa, para conhecê-la melhor e saber de que forma pode participar. Você ainda pode optar por se unir a uma campanha que já conheça e mexa com seu coração ou mesmo entrar em contato com um Centro de Voluntariado (veja na lista se a sua cidade ou estado possui um) ou o Portal do Voluntário para saber quais as entidades estão cadastradas ali – só neste último, há 11.557 ações cadastradas. Com certeza, uma delas vai tocar você.

Na hora de fazer essa escolha, leve em conta suas habilidades, áreas de interesse, disponibilidade de horário e o quanto vai precisar se deslocar. Afinal, você vai assumir um compromisso sério e ele precisa se encaixar bem na sua rotina.

Um voluntário doa seu tempo, seu talento e seu trabalho, e aprende muito com a riqueza da diversidade humana. Experimente!
Para se inspirar, há ótimas histórias publicadas aqui no Planeta Sustentável:
Jovens constroem casas para famílias carentes
Isabel Allende, pela solidariedade feminina
Carla Kamitsuji: diário de uma médica sem fronteira
Céline Cousteau: mobilização pelo mundo
Me formei bióloga para ajudar a minha comunidade
Peregrina do bem
Pérola Byington: Em prol da infância e juventude
Receita solidária
Luiz Fernando Prado: o salva-vidas do Brasil
Pierre Weil: Gente que fez a paz
Correspondentes: lição de amor em cartas

E assista ao vídeo Estação Mobilização Social que registra o trabalho de orientação que a Central do Voluntariado desenvolveu durante o primeiro Planeta no Parque.

*Foto: Imagem de divulgação da Natura

ver este postcomente

Blog da Redação

A redação do PLANETA SUSTENTÁVEL é um encontro de pessoas envolvidas com um grande desafio: trabalhar a sustentabilidade como um tema urgente, transversal e inspirador, tradutível em múltiplas linguagens e necessário para os diversos públicos. Aqui, a editora Mônica Nunes, as repórteres Marina Maciel Vanessa Daraya e a jornalista Suzana Camargo (que colabora com o Planeta desde 2009) indicam lugares imperdíveis da web e contam novidades e boas histórias sobre cultura, sociedade, meio ambiente, cidadania, mudanças climáticas, mobilidade, inovação, direitos humanos, economia verde e muito mais.

Mônica NunesEditora/Gerente de Conteúdo

Marina MacielRepórter

Suzana CamargoColaboradora

Vanessa DarayaRepórter

Clique e faça o download

Revista do clima Material de etiqueta

Posts anteriores

Receba as noticías mais recentes

assine RSS Blog da Redação

Arquivos de posts